VOCÊ TEM QUE TER PARA PODER MUDAR
Por Andrew Martin
Em 26 de fevereiro de 2015
 
 
  Para alcançar a vida que você quer você precisa em algum ponto assumir a responsabilidade pela vida que você tem.

O momento que nós aceitamos a verdade poderosa de que somos os criadores de nossas vidas é o momento em que começamos a criar conscientemente o que nós queremos.

A aceitação das coisas como elas são não tem que ser um processo longo.
Na verdade, quanto mais cedo nós começarmos a nos alinhar com a versão de vida que nós desejamos ver, mais cedo ela começará a se desenvolver.
Permanecer arraigado no foco daquilo que nós não queremos somente prolonga o período de tempo de persistência em nossa atual versão de realidade.
Entretanto, precisa haver um momento de reconhecimento das coisas como elas são agora.
Precisa haver uma aceitação da atual versão da realidade para ir além dela.
Só precisa ser um momento, mas ele precisa ocorrer.
Este momento de aceitação é a faísca de criação.
Este é o ímpeto que nos conduz para começarmos a criar o que nós verdadeiramente queremos.

É igual a ver uma erva daninha no jardim.
Nós a vemos, reconhecemos e arrancamos da terra.
Então nós voltamos a cultivar o que tínhamos a intenção de plantar.
Fazer de conta que a erva daninha não está ali permite que ela floresça.
Só porque uma erva daninha apareceu, não significa que nós fracassamos como jardineiros.
É a mesma coisa com nossas vidas.
Quando surgem circunstâncias indesejadas, nós podemos vê-las como uma oportunidade para aprender sobre os nossos poderes de criação.

Nós podemos nos perguntar: “O que essas circunstâncias estão me ensinando? Onde está o meu poder nessa situação? Como eu atraí isso para mim?” e acima de tudo “Quais sentimentos me são apresentados nessa situação?”
Os sentimentos sempre são a chave para desvendar o que estamos experienciando.
Quando nós queremos cria uma vida melhor, nós sabemos que precisamos começar com uma focalização das coisas que estão em nossa vida atualmente que nos alinham com o sentir-se melhor.
Cultivar e estimular o que já está aqui e parece mais próximo do que nós desejamos expandirá as coisas que são sentidas como boas em nossas vidas.

Tudo começa internamente.
Tudo começa com as crenças, expectativas e histórias que nós mantemos como verdade.
Nós não podemos ter pensamentos negativos, impotentes e que não são bons girando em nossa mente e esperar criar alguma coisa que seja diferente.

Então aceite o que é, reconheça como é diferente do que você quer, encontre um meio de focalizar no bom que já existe e escolha alterar o foco para o desejado.

Ah! Uma última coisinha.
Não tenha medo de pedir ajuda.
Fique calado e peça, ou grite com toda potência de seus pulmões.
Simplesmente diga: “Eu aceito as coisas como elas estão e estou pronto para elas melhorarem. Por favor, me ajude a encontrar o meio de criar algo melhor”.
Peça e a ajuda virá, mas você não pode mudar até você ter.
 
-.....---==II==----.....-
 
  Direitos Autorais:luz de gaia
Copyright©Andrew Martin. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere ou edite de forma alguma, o conteúdo permaneça completo e você inclua esta nota de copyright e o link:
http://www.thelightedones.com

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com 

 
 
Gostou! Compartilhe com os Seus Amigos.