SABER E ACREDITAR
Mensagem dos Iluminados - Por Andrew Martin
Em 16 de fevereiro de 2014
 
  Saudações, Queridos!

Hoje queremos conversar com vocês sobre saber e acreditar.

Como vocês continuam a progredir em seu caminho de viver pelo seu coração, a distinção tornar-se-á mais clara e também mais importante para vocês.

É muito simples: acreditar é algo que vem de fora.

Uma crença é algo adquirido através de fontes externas.

Nós nunca nascemos acreditando em alguma coisa.

A crença geralmente provém de outro paradigma ou estrutura dogmática e normalmente é algo imposto a vocês.

Acreditar é algo que exige a validação da mente racional, do ego e de pessoas que são externas.

É bem parecido com um professor ou uma figura religiosa que exige que vocês repitam para eles a crença...

Eles também em muitos casos testarão sua crença, por assim dizer, para provar a eles que vocês estão repetindo como papagaios aquilo em que eles ensinaram vocês a acreditar.

A crença é algo que também é mutável ou descartável, pois geralmente ela provém de fora e, portanto, está sujeita aos caprichos das estruturas sociais e ao que atualmente é considerado aceitável por essas estruturas.

Em muitos casos, as crenças são produzidas com agendas ocultas para manter um grupo específico trancado nas ilusões da separação, impotência, carência, ou numa posição de ter que exigir de outro grupo aquilo que ele precisa para sobreviver ou se sentir aprovado ou merecedor do que o outro grupo tem.

A crença baseia-se numa percepção externa que normalmente é imposta em um grupo por outro grupo que é percebido como sendo mais poderoso.

A crença normalmente é veemente, normalmente é insegura, normalmente é baseada no medo e praticamente nunca é algo que vem diretamente da sabedoria do coração.

O saber é calmo, o saber é verdadeiro, o saber é gentil e benevolente e nunca exige a validação de uma fonte externa.

O saber é como um botão que se desenvolve e desabrocha a partir do interior.

O saber é universal, é eterno, é do Amor e origina do coração.

O saber é algo que nunca é questionado porque ele ressoa também a nível físico que se sente absoluto e alinhado.

Saber é quando estamos alinhados com a inteligência infinita de nosso eu superior, nossos guias, nossa fonte.

O saber vem de um espaço que é livre do ego ou do julgamento, o saber é o momento A-ha! da descoberta, da revelação, um flash de esplendor ou inspiração.

O saber é Divino.

O saber nunca pede ou exige que vocês façam ou escolham ou sejam alguma coisa que está em oposição a quem vocês naturalmente são.

Pois quem vocês naturalmente são é um Ser Divino, Eterno e Soberano e o saber apoia amorosamente isso.

Quando vocês sabem, vocês sabem.

Como vocês sabem?

Vocês apenas sabem.

Vocês sentem, é inequívoco.

Acreditar geralmente causa conflito ou agressão ou insegurança e apoia a ilusão de que somos separados uns dos outros.

Reportem-se para um tempo quando vocês simplesmente sabiam alguma coisa.

Vocês sabiam que um relacionamento estava terminado, vocês saibam que iam conseguir um empregou ou perder o emprego, vocês sabiam que alguém não era honesto ou que alguém precisava de sua ajuda.

Vocês sabiam quem estava telefonando antes mesmo de atender.

Esses momentos de saber sempre serviram para apoiar o seu alinhamento com sua verdadeira natureza.

Agora de reportem para um tempo de desacordo ou conflito ou confusão.

Nós diremos que quase sempre a razão subjacente disto era uma diferença de crenças.

Pensem num tempo quando vocês fizeram algo que os fez sentirem-se tristes ou horríveis ou vazios ou inferiores ao seu Eu Divino.

Vocês podem ver que foi por causa de uma crença falsa que vocês agiram assim?

O que vem do Amor e da compaixão jamais exigirá que vocês façam alguma coisa que os façam sentirem-se pequenos, fracos ou desempoderados.

A beleza do acreditar é que dentro da crença sempre há uma lição que os levará a um saber que irá empoderá-los mais.

O maravilhoso das crenças é que elas são mutáveis e podem ser descartadas com a mesma facilidade com que foram aceitas.

A beleza e perfeição do saber é que ele somente exige de vocês o reconhecimento de que ele surgiu de dentro de vocês e então prossigam com a ação que vocês foram inspirados a ter a partir desse saber.

O saber é paciente e eterno e continuará a persistir até que vocês o reconheçam, não porque ele requer sua validação, mas porque ele amorosamente lhes é fornecido para permitir que vocês continuem a subir a espiral de sua evolução.

Como vocês continuam progredindo no seu caminho centrado no coração, nós sabemos que vocês começarão a perceber que no fim as crenças são insignificantes e irrelevantes para seu caminho.

Assim que elas lhes tiverem ensinado a lição que vocês precisam aprender, elas ruirão perante seus olhos e imediatamente serão substituídas por um saber que ressoará com a essência de quem vocês são.

Queridos, a única coisa que mantém uma crença intacta em seu físico agora é sua insistência em continuar a cair nela.

Que frase engraçada é "cair numa crença", pois ela ilustra que mais frequentemente, a fim de vocês aceitarem uma crença como verdadeira, vocês devem descartar ou acalmar uma parte de seu eu verdadeiro ou negociar seu poder pessoal para aceitar essa crença.

Seu poder pessoal nunca pode ser tirado de vocês, ele somente pode ser dado por vocês.

Um saber jamais pedirá que vocês diminuam a sua grandeza... ele somente serve para amplificar o poderoso Ser Divino que vocês são.

Não julguem a si ou aos outros pelas crenças.

Apenas saibam que nós acreditamos no que acreditamos porque está aí para nos ensinar o que precisamos saber para permitir que o saber finalmente venha à tona.

Assim que o saber for adotado, a crença desaparecerá.

Em Amor e Luz nós os deixamos!

Regozijem-se!

Os Iluminados.
 
-.....---==II==----.....-
 
  Direitos Autorais:luz de gaia
Copyright©Andrew Martin. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere ou edite de forma alguma, o conteúdo permaneça completo e você inclua esta nota de copyright e o link:
http://www.andrewmartinartist.com/andrewmartinblog

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com

 
 
Gostou! Compartilhe com os Seus Amigos.