VOCÊS NÃO PODERIAM EXPERIMENTAR A LUZ
SE NÃO TIVESSEM ALGUÉM DISPOSTO A FAZER O PAPEL DA TREVA

Mensagem dos Guias Angélicos
Canalização: Taryn Crimi
Em 14 de outubro de 2012
 
Hoje gostaríamos de focar sua atenção no tópico do julgamento.

Este é um tópico desafiador para muitos de vocês, e é por isso que gostaríamos de pôr um pouco de luz no assunto.

Muitos de vocês estão no processo de tentar liberar o julgamento: o julgamento de si próprio, e também o julgamento dos outros.

Verdadeiramente ele brota da mesma raiz, ele simplesmente é dois galhos da mesma árvore.

Julgar o outro realmente é praticamente impossível.

Nós dizemos isto porque qualquer julgamento que vocês fazem do outro é algo que vocês julgam em si mesmos.

Lembrem-se de que sua realidade interior é sempre refletida na realidade exterior.

Não pode ser de outra forma.

Então vamos discutir mais o tópico do julgamento.

Começaremos com o julgamento de si.

Uma das coisas mais difíceis para os humanos alcançarem é o amor-próprio.

Esta é uma questão bastante grande em todas as culturas ao redor do mundo.

Todos vocês são muito severos com vocês mesmos.

Suas mentes voam com "e se" e "se apenas".

A maioria de vocês realmente são muito mais tolerantes com os outros do que são com vocês.

Nós lhes perguntamos: Por que isso?
Por que vocês são tão severos com vocês mesmos?
Por que exigem tanta perfeição?

Da nossa perspectiva não existem erros realmente, apenas uma decisão sobre a outra que lhes permite experimentar realidades diferentes.

É tão difícil para todos vocês amarem a si simplesmente do modo como são.

Vocês normalmente se veem desejando ser mais altos, mais magros, melhores, mais fortes, mais ágeis.

Vocês focam naquilo que vocês não gostam quando há tanto para vocês amarem em si mesmos.

Nós imploramos que vocês tirem apenas um dia de sua vida para não se permitirem julgar-se tão severamente e vejam como vocês se sentirão diferentes.

Muitos de vocês têm um medo constante do que os outros pensarão de vocês.

Vocês se preocupam com não se adaptar ou que de alguma forma passem por bobos.

Julgar é isolar.

Mas saibam que quando se sentem julgados, isto se origina de suas próprias crenças e não das crenças dos outros.

Suas crenças sempre se refletem de volta para vocês.

Vocês criam sua realidade e as experiências nela.

Se vocês acreditam que são bonitos, então vocês somente experimentarão situações que os fazem sentirem-se mais bonitos.

Talvez alguém possa pensar que vocês não são bonitos, mas ele não participará de sua experiência porque não é o que vocês estão pulsando.

Semelhante atrai semelhante.

Suas crenças sempre se refletem de volta para vocês pela sua realidade.

Sua realidade exterior e a experiência nela é sempre uma boa indicação de quais as crenças que vocês têm.

Se alguém critica o modo como vocês fazem alguma coisa, então vocês têm esse mesmo medo de ser criticado pela mesma coisa.

Suas crenças sempre refletirão de volta para vocês, normalmente através de outros para lhes mostrar que vocês mantêm a crença.

Agora, quando dizemos que quando vocês julgam o outro, vocês essencialmente estão se julgando, nós queremos dizer exatamente isso.

Todos nós somos um e na verdade não existe separação, apenas parece que há nesta ilusão de que vocês escolhem participar.

Quando vocês se pegarem julgando outro, podem ter certeza de que vocês estão se apegando firmemente a uma crença naquilo que vocês estão julgando no outro.

Permitirem-se verdadeiramente ser neutros em um tópico e observar a situação de um ponto de vista afastado é o que nós diríamos que lhes permite maior liberdade: liberdade para vocês e liberdade para a pessoa e a situação que vocês estão observando.

Lembrem-se de que julgar algo como bom ainda é julgar.

Agora, lembrem-se de que estar neutros não significa necessariamente estar indiferentes a uma situação: isto implicaria simplesmente que vocês não se importam.

Não, não é o que queremos dizer quando nos referimos a permanecer neutro.

Nós estamos lhes pedindo para praticar ser um observador neutro afastado.

Um que não é parcial a nenhum dos lados e não tem quaisquer julgamentos preconcebidos sobre qual lado está "certo" e qual lado está "errado".

Esta forma de neutralidade lhes permite simplesmente observar uma situação pelo que ela é, no sentido de não apego ao resultado.

Pois, assim que vocês dominarem a neutralidade, nós lhes garantimos que nunca mais terão um dia "ruim".

E como poderiam ter se vocês não mais julgam alguma coisa como ruim?

Vocês podem estar se perguntando como podem permanecer neutros numa realidade dualista.

Nós lhes diríamos que uma parte integrante de se atingir a neutralidade é: compreensão.

Como assim?

Vocês veem uma situação e é difícil para muitos de vocês verem-na de uma perspectiva afastada por causa dos julgamentos que vocês mantêm em seus corações.

Nós entendemos que de sua perspectiva há muitas atrocidades ainda sendo cometidas pelo mundo inteiro.

Nós dizemos que compreensão é uma parte integrante de se tornar neutro porque sem ela, a neutralidade seria impossível.

Nós lhes pedimos que ao verem uma situação lembrem-se de que todas as partes envolvidas concordaram por vontade própria participar da experiência.

Agora, pode parecer difícil de aceitar para alguns de vocês que alguém concordaria ser uma "vítima", mas a nível de alma, ele concordou.

Não há nada que possa ser feito para vocês se vocês em algum nível não concordaram experimentar.

Lembrem-se de que todas as experiências que vocês têm nesta realidade são para o crescimento da alma e para a aprendizagem que será obtida com a experiência.

Da nossa perspectiva nada disso está realmente acontecendo.

Da nossa perspectiva é como se todos vocês concordaram em representar muitos papéis diferentes em muitos tipos diferentes de filmes.

Vocês podem escolher assistir a um filme triste como uma forma de entretenimento.

Vocês assistem ao filme e se envolvem no drama, mas vocês saem alegremente do cinema sabendo que "não era real".

Era "fingimento".

Os atores estão verdadeiramente bem e ninguém realmente se feriu.

Eles concordaram representar esses papéis para entreter outros.

Todos eles estão bem na vida real, mas no filme os atores podem sofrer.

Nós não vemos diferença entre assistir a um filme e "representar seu papel" com que concordaram em suas vidas aqui na Terra.

Então, por saber que todas as partes concordaram representar esses papéis, fica um pouco mais fácil ver a "história" ou o "filme" de um ponto de vista mais afastado.

Lembrem-se de que vocês não poderiam experimentar a luz se não tivessem alguém disposto a fazer o papel da treva.

Todos vocês tiveram muitas vidas com almas velhas, nem todas elas vocês diriam que "de luz".

Nós pedimos que honrem a decisão delas de jogar nas trevas, porque elas também estão prestando um serviço na dualidade.

Nós esperamos que esta mensagem os tenha ajudado de alguma forma.

Por favor, tentem se iluminar e se amar, vocês são seres divinos criadores e merecem tudo de bom.

No amor e na luz,
nós somos seus Guias Angélicos
 
----.....---==II==----.....----
 
Copyright©2012 por Taryn Crimi. Todos os direitos reservados
Você pode compartilhar e redistribuir este material contanto que não conteúdo seja copiado integralmente e sem alteração, seja distribuído gratuitamente e esta nota de direitos e o link sejam incluídos: http://angelicguides.wordpress.com/
Fonte: http://lightworkers.org/channeling/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com
 
Gostou! Indique para seus amigos.
|Topo da Pagina| - |Voltar Menu Guias Angélicos| - |Voltar Home|