A Minha Iniciação com os Arcanjos
Uma mensagem de Shanta Gabriel,
22 de janeiro de 2011
 

“Isto é um terramoto? Caiu um raio aqui perto?” A intensidade da luz por trás dos meus olhos fechados é brilhante e a sala está a tremer de uma maneira que nós nativos, Californianos, interpretamos como um terramoto. Lentamente, um crescente conhecimento começa a registar-se na minha mente consciente, “Eu vivo no Havai, onde os tremores de terra e relâmpagos são ocorrências raras. O que se passa?” perguntei. Embora estivesse a tentar centrar-me na mulher deitada diante de mim na mesa de massagem durante uma sessão de cura na minha sala, a luz dourada a brilhar diante dos meus olhos estava a despertar a minha curiosidade.

Permitindo que os meus olhos abrissem uma fenda ao início, eles saltaram quando eu observei o irradiante visitante aos pés da minha mesa. A origem do terramoto na sala era uma brilhante figura de luz dourada, com asas tão largas que iam para além do tecto. Lembrando a minha cliente felizmente a respirar fundo na mesa, resisti ao impulso de chorar e cair para trás. Precisava de ficar calma para não a alarmar.

A minha mente estava acelerada e as emanações do poder deste ser alado transmitiam-se através da sala. “Quem és tu?” Arrisquei eu num sussurro silencioso para a incandescente aparição. Um vozeirão na minha cabeça respondeu “Eu sou o Arcanjo Miguel.” Olhei de novo para a irradiante figura a bloquear a minha visão da Cabeça de Diamante e para o mar do outro lado. Contemplei o ser cujas asas eram tão largas como a porta do pátio antes que elas desaparecessem através do tecto na luz dourada. Pude sentir as moléculas no meu corpo a reorganizarem-se. Eu estava a ser chamada para um domínio não familiar e, se não estivesse já de joelhos, eles ter-se-iam curvado. A minha cliente suspirou e eu voltei para o momento presente. Era hora de concluir a nossa sessão de cura que vinha a fazer há anos. O meu último pensamento para aquele que disse que era o Arcanjo Miguel podia ser interpretado como “Certo. Obrigada por partilhar, mas estou ocupada agora.”

A minha mente consciente sentia-se como se andasse às voltas. Não havia referência na minha experiência que incluísse anjos. Não tive nenhuma educação numa igreja quando criança. Como adulta, estudei a tradição Hindu que avisava sobre perdermo-nos em visões que podiam representar ilusões de distracção do ego em vez da verdadeira espiritualidade do coração. A probabilidade de um arcanjo aparecer na minha sala era demasiado esmagadora para a minha mente racional conter, e eu senti-me intimidada por esta presença Angélica massiva a ameaçar abanar o meu mundo. Enquanto ajudava a minha cliente a sentar-se, ela comentou como se sentia bem enquanto notava que os problemas respiratórios, que a tinham trazido à minha mesa, tinham desaparecido. Eu nunca mencionei o meu visitante celeste. Também não disse nada ao meu marido mais tarde, visto que ele já tinha feito uma referência à confusão que sentia com o meu “lado esotérico”. Parecia que eu podia ter finalmente passado a curva mental da estrada para o lugar para o qual a minha família estava certa que eu estava a ir durante muitos anos.

Sim, eu era uma viajante no caminho da consciência superior, uma exploradora dos sistemas de crenças espirituais, pesquisadora da verdade metafísica e, o que alguns chamavam, uma hippie. Não importava o facto de eu estar em 1988 e ter mais de 40 e ainda a questionar-me o que ia ser quando crescesse. Sabia que tinha um caminho para seguir e que o meu trabalho precisava de um propósito espiritual para ter sentido. Eu só não sabia a forma que este chamado ia assumir, então fazia súplicas de oração ao Universo.

As visitações do Arcanjo Miguel continuaram ao longo do ano seguinte, durante as sessões mais intensas do meu trabalho de cura. Eu mantive as preces para que o propósito da minha alma fosse cumprido e fingia não notar o grande ser alado na minha sala de estar. Os clientes comentavam com frequência o brilho radiante da luz dourada, mas eu nunca reconheci a origem dessa radiância.

Nunca tentei ocupá-Lo com conversas, e continuei apenas a lutar para encontrar um lugar de terra no mundo material de Honolulu depois de anos de viver num retiro. Uma visitação de um arcanjo não estava mesmo a encaixar nos meus planos mais loucos como uma pista para a minha vocação na vida. Olhando para trás, posso reconhecer a mudança no meu trabalho de cura com a chegada do Arcanjo Miguel. As frequências vibratórias na minha forma de trabalho corporal deram um grande salto, mas estava ainda demasiado intimidada para explorar os significados por detrás da dádiva da presença do Arcanjo Miguel. Podia focar-me na luz profunda reforçando o meu trabalho, mas não podia conciliá-lo meu mundo já emocionalmente turbulento. Foi, provavelmente a atenção que eu estava a dar ao meu estado emocional que impediu a minha exploração do mistério da presença de um arcanjo na minha vida.

Durante este período, as questões acerca do meu casamento foram galopantes. Esta perturbação pessoal reflectia as grandes mudanças no estado do mundo. Depois da Convergência Harmónica de 1987, a estrutura da URSS colapsou, o Muro de Berlim foi abaixo e parecia que, apesar das estruturas de que eu estava segura, em muitos níveis, estavam então a desintegrar-se. Embora muitas vezes confuso, foi também um tempo inebriante à medida que a realização de possibilidades de paz na terra e novos começos de sensibilização global para a acção ambiental se tornaram mais predominantes. O meu marido e eu discutimos o divórcio e tomámos a decisão de, não apenas ficarmos juntos, como comprarmos um condomínio no barlavento de O’ahu. Isto era, possivelmente, a nossa versão de um casal a ter um bebé para ficar junto. Obviamente que uma casa nova deu ainda mais distracções para me impedir de explorar o mundo dos Reinos Angélicos.

O Arcanjo Gabriel Providencia Apoio Emocional

Finalmente, em 1990, enquanto meditava na minha sala de estar, a familiar luz dourada inundou o campo por trás dos meus olhos só que, desta vez, o meu coração sentiu como se se estivesse a derreter numa piscina de amor. O anjo diante de mim estava quase sem rosto na luz brilhante e, uma vez mais, as suas asas curvaram-se grandemente para lá do tecto da catedral. Desta vez, os seus olhos atraíram-me para Ele de uma nova forma e eu não senti medo. Ouvi-O dizer que era o Arcanjo Gabriel e que tinha uma mensagem para mim. Ele prosseguiu dando-me uma série de exercícios que me permitiam receber comunicação inspirada de um mundo cheio de luz de amor e compaixão. Estas mensagens mitigaram as minhas feridas emocionais, encheram-me com esperança e uma profunda paz interior.

Durante anos, escrevi a partir deste lugar durante os meus tempos de meditação enchendo diários com sabedoria e verdade. Descobri que estas belas mensagens me proporcionaram um nível profundo de suporte emocional. Ainda assim eu ficava em silêncio acerca destas experiências, raramente partilhando a informação. Quando o fiz, os meus amigos foram muito positivos e encorajaram-me a criar uma saída para este trabalho. Decidi imprimir pequenos cartões de mensagens inspiradoras. Quando perguntei ao Arcanjo Gabriel o que lhes chamar, foi-me dito, Mensagens dos Anjos. Então, Ele informou-me que o nome do meu novo negócio era “Dimensões Angélicas”. Depois, um dos meus amigos mostrou-me a capa da Time Magazine de Dezembro de 1993, visto que eu não lia jornais ou revistas nem via os noticiários. Fiquei atónita que uma revista nacional bem conceituada tivesse um bonito anjo brasonado na sua capa, com a legenda: A Nova Era dos Anjos. 69% dos Americanos acreditam em anjos. O que se passa no céu? A tendência angélica tinha começado oficialmente. O mundo estava finalmente preparado para ouvir o que os anjos tinham para comunicar e muitos ganhariam muito com tolas bugigangas de anjos. Em 1994, o meu primeiro anúncio para lançar os conjuntos e cartas foi enviado via email para lojas de retalhos sob a forma de um folheto que dizia, “Ajuda de Cima para o seu Ponto de Partida”. De 4000 emails, recebi 400 pedidos, um fantástico retorno de 10% e o meu novo trabalho no mundo tinha-me sido revelado. Estava fora do armário metafísico, admitindo não apenas que podia ver anjos, mas que eles estavam a falar comigo.

Quando foi que pensou que precisaria de fé?

Durante quatro anos, eu tive uma pequena actividade maravilhosa dedicada a inspirar as pessoas com mensagens do Arcanjo Gabriel e a trazer paz para a Terra. Em retrospectiva, também teria sido útil pedir um rendimento das Dimensões Angélica para a minha própria companhia terrestre. Em 1999, depois da minha empresa entrar em bancarrota e perdermos a nossa casa, do meu apêndice rebentar, do divórcio iminente, de um acidente de carro da chegada da menopausa, eu lembrar-me-ia pesarosamente das orientações no início desse ano fatídico: quando é que você PENSOU que precisaria de ter fé? O humor angélico estava a lembrar-me de que é fácil ter fé quando as coisas correm bem, mas ter fé no que é invisível, quando a vida não está a correr tão graciosamente, é realmente a chave para a felicidade.

Durante o doloroso período que se seguiu, eu sabia que estava a ser guiada através do desconhecido, mas apenas um passo de cada vez. Começando aos 56 anos, eu passei mais de sete anos sem uma base, sentada em casa ou a viajar à procura de um lugar em que me sentisse em casa. Não vivi em lado nenhum por mais do que alguns meses no máximo. Por esta altura, a maior parte dos pertences que ainda tinha tiveram que ser libertados para eu poder viajar mais leve. Era inquietante, e dolorosamente difícil, olhar para o futuro ou para o passado. Estava a ser obrigada a viver no momento presente, algo que os mestres têm vindo a ensinar durante séculos. Tenho que reconhecer isso neste momento presente, eu tinha um tecto por cima da minha cabeça e estava BEM. Tinha que ser suficiente estar quente e alimentada, não importa quais fossem os meus desejos. Havia uma necessidade visceral de ter uma tremenda fé de que as minhas necessidades mais profundas seriam encontradas, e que o propósito da minha alma ia ser realizado, apesar de como as coisas parecessem. Eu tinha dedicado a minha vida ao serviço de Deus e esta intenção continuava. Embora eu me sentisse como que perdida e abandonada, percebo que nunca estive realmente sozinha e que estava a ser cuidada e guiada todos os passos do caminho.

Agora, dez anos depois, usei algumas das mensagens que recebi do Arcanjo Gabriel e publiquei-as em Fevereiro de 2008, num livro intitulado As Mensagens de Gabriel. Em 2010 produzi uma companhia de conjuntos de cartas, As Cartas de Mensagens de Gabriel. Estou de novo a receber regularmente mensagens do Arcanjo Gabriel e eles encontraram uma nova morada criativa através do meu sítio na internet. Embora a minha vida tenha dado umas reviravoltas interessantes, estou mais feliz do que nunca.

Considerai um Arcanjo na Vossa Vida

Acredito que o Arcanjo Miguel foi o primeiro mensageiro para o meu trabalho no mundo. Ele nunca esteve mais disponível para aqueles que sentem que se estão a tornar guerreiros espirituais. À medida que trabalhamos junto com outros para ancorar mais Luz Divina no planeta, isso traz a energia do Céu para a Terra levando a uma evolução espiritual. Os Arcanjos estão disponíveis, agora, de uma forma que nunca tinham estado na história recente, se as pessoas estiverem dispostas a escutá-los. A Terra tem estado a receber luz angélica e energia de cura sem precedentes que podem trazer coragem e apoio aos corações de todos os seres. O poder disponível dos Reinos Angélicos reforça a energia espiritual do nosso núcleo de modo a que nos possamos erguer pelas verdades em que acreditamos e trazer maior compreensão e mudanças positivas para as nossas vidas. O amor que os anjos oferecem dá profundidade e significado aos corações que estão esfomeados num mundo em que a sobrevalorização do material é a norma. Os anjos estão aqui para abrir portas para um estado refinado da Verdade e elevar os nossos corações e mentes. 

Com a ajuda das Dimensões Angélicas podemos conectar-nos com a criança dentro de cada um de nós e oferecer esperança ao adulto confuso dentro de nós a precisar de ser orientado. Eu acredito verdadeiramente que nós estamos no meio de uma mudança evolutiva permitindo-nos trazer valorização às nossas vidas pessoais, mais interesse na paz de todos os corações no mundo e cura para o ambiente. Fomos dotados com um magnificentemente lindo planeta e temos a oportunidade de servir o Criador desta Terra com o apoio profundo dos Reinos Angélicos.

Talvez vós considerásseis uma visita na vossa vida? Experimentai convidar um Arcanjo para a vossa sala de estar. Podeis ficar surpreendidos com as bênçãos que ocorrerem.

Shanta Gabriel

-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

Direitos Autorais Shanta Gabriel.

 

Estas mensagens podem ser compartilhadas, contanto que sejam usadas na íntegra e com os créditos apropriados. www.thegabrielmessages.com

Tradução: SINTESE
http://blogsintese.blogspot.com/

Gostou! Indique para seus amigos.

|Topo da Página| - |Voltar Menu Arcanjo Gabriel| - |Voltar Home|