888 – AS INTENSAS ENERGIAS ENTRANTES E SEUS SINTOMAS
Por Elsa Farrus
Em 02 de agosto de 2015
 
luz de gaia
 
 
888 – dor de cabeça:

Nestes dias, especialmente ontem (01) e hoje (02), todo mundo me escreve dizendo das dores de cabeça energéticas que estão sentindo ou peso na cabeça ou sensação de estar esmagado.

Tudo isso é consequência de não ter alinhado os chakras à energia entrante que elevará à medida que adentramos nos dias anteriores ao 888 e depois diariamente, pois o 888 não é um portal para passar, é um caminhar contínuo... não pode passar pelo prana, não pode entrar através de nós em direção ao núcleo de Gaia e ancorar-se em nós e ao não passar em um fluxo constante, é quando nos dói a cabeça, nos dá ansiedade, insônia, etc..

Dor, tristeza, culpa, raiva, passado que não liberamos, etc., estão fechando nosso prana em pontos distintos, vícios, má alimentação ou dormir mal, também nos fecham, agora mais do que nunca restaurar o prana é a resposta, é o veículo físico que integra a luz entrante ao campo eletromagnético.

Agora mais do que nunca estamos entre a energia solar e a de Gaia, as duas se unem no chakra do coração, no timo e no ponto da alma, elas são a porta para nossos corpos de luz e memória celular, por isso agora é o momento de limpar essa porta e dar-lhe o encaixe correspondente, se trabalhar nestes dias com quaisquer métodos, desde uma carta de perdão ou pedir amor aos nossos até terapias, atrevermos verbalizar nossos medos e as coisas de nossos seres ao redor, esvaziar esse chakra do coração para que possa conter o novo e nos ajude manifestar a tristeza e a raiva de gerações ou própria ancestral, de tomar consciência de que não somos tão importantes e aceitar a vida dos outros, tal como ela se desenvolve, pois são merecedores de suas aprendizagens (todos nós estamos aprendendo a compreender os demais).

Tudo isso nos impede de integrar a pulsação de Gaia, ela eleva sua frequência e nós nos adaptamos, é só isso... façamos nossos deveres emocionais e tudo se abre.

Ontem (01/08) em um seminário de Reiki Angélico, o Arcanjo Gabriel me disse:

Se a criticam, deixa de julgar

Se a irritam, deixa de querer mudá-los

Se a entristecem, não ponha expectativas

Aprenda a amar o que é por si mesmo ao invés de querer mudar e verá como sua realidade se transformará... Amado Gabriel

Essa é a chave deste período, olhar dentro, olhar a minha responsabilidade no que acontece e se manifesta, simplesmente isso. E tomar um posicionamento de ação e compreensão, não de egos e dores que não nos permitem avançar.

A ENERGIA DE VIBRAÇÃO DE GAIA É E SERÁ MAIS ALTA E IRÁ NOS PEDIR MAIS, então que não calemos o sintoma, e sim aprendamos com ele e atendamos ao que está pendente.

Ponho este texto que já pus sobre como se regulam os chakras para compreender mais e uma ancoragem como exemplo de alinhamento, mas tudo é bom, qualquer técnica.

Um forte abraço

Elsa



Como se regula a entrada energética em nossos chakras? A que se devem os estados gripais repentinos nas tempestades solares ou somatizações no 6º chakra em pleno portal?
Elsa Farrus

Em seu prana, quando somente funcionam os 7 primeiros chakras ou os mais físicos, da base à coroa, a pressão energética é mínima, mas quando se estabelece a comunicação direta entre conexão estrela da alma e estrela da Terra.

No colo do oitavo chakra – dentro de cada flor apontando para baixo para a coroa desde cima e apontando para cima para os pés desde embaixo – há um pequeno filtro dourado. Ou seja, acima do chakra da coroa, entre o chakra estrela da alma e a coroa.

O filtro dourado acima da coroa, além de alimentar a energia universal em seu sistema, igualmente, no sentido inverso, libera o excesso de tensão do chakra coronário.

É esse cone de luz que em muitas culturas interpretavam como luz dos anjos, deuses ou santos.

No ângulo contrário nos encontramos com um novo filtro dourado abaixo dos pés que atua como descarga de todo excesso de pressão que se desprende do corpo e igualmente determina a quantidade de energia da Terra entrante que o corpo pode lidar.

Ambos os filtros trabalham em direção dupla, com um propósito nas diferentes direções, atuando como válvulas de escape de pressão do sistema de sete chakras contido no circuito energético do oitavo chakra.

Ou seja, regulam a energia que enraizamos e a que integramos do universo, ou nos impregnam de energia vital desde o núcleo de Gaia e a integram em nosso campo eletromagnético ou aura.

O sexto chakra, o terceiro olho, é o responsável não somente de abrir nossa consciência, mas nos permite através de uma grande conexão de supervisão física com cada um dos outros seis chakras. O que significa: O sexto chakra lê continuamente seu próprio nível energético e o nível energético dos outros chakras, transmitindo esta informação aos nossos tubos de luz dourada no chakra estrela de Gaia e da alma.

Em todo momento se dão essas leituras e se autorregula, por isso quando há um excesso de informação ou de energia surgem cefaleias, enxaquecas ou dores cervicais, por se acumular energia no regulador, o sexto chakra.

Por sua vez, a união entre o sexto chakra e os dois cones dourados de luz, é um grande sensor que nos permite avaliar e compreender onde temos bloqueios e o que nos resta para aprender.

Em todo momento, as pessoas, devemos limpar esses sensores (meditação, cristais, respiração, etc.). Inclusive as pessoas que estão fisicamente sãs limparão a “bagagem etérea” – as bolsas de carga 3D – emocional, mental e espiritual de suas auras.

As lições que se atraem em sua vida continuam repetindo-se porque magnetizam aquele nível vibratório específico da “lição”.

O nível de frequência de magnetismo é estabelecido segundo a saúde vibratória dos sete chakras internos. É preciso levar em conta em todo momento que não falamos de Karmas, etc., e sim de frequências de luz que os seres escolhem antes de encarnar e que são totalmente restabelecidas ou podem ser calculadas desde que se toma consciência delas.

Por isso, em pleno processo de ascensão ou de tempestade solar, nosso primeiro ponto a drenar é a zona do pescoço e ouvidos ou nariz porque estamos limpando as memórias que se acham nas glândulas do sexto chakra, pituitária e pineal, para que possam se abrir para novas intensidades de energia chamadas dimensões.

É por isso que em especial nessa tempestade solar de 26 de setembro de 2014, está em plena expansão este chakra porque regula a intensidade de abertura muito superior de dias, meses ou anos anteriores.

Inclusive provoca grandes doses de febre em função da abertura do chakra para integrar a energia entrante em nível de frequência dos outros chakras. Está tudo bem, ninguém está fazendo nada mau, ao contrário, estamos limpando memórias tão ancestrais que nem as recordamos.

Feliz dia,

Elsa.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
  Direitos Autorais:
Fonte: http://www.ascensiongaia.es/
Tradução: Blog Sintese http://blogsintese.blogspot.com
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Elsa FarrusII - IIVoltar HomeII