DEIXE SEUS SONHOS “R E S P I R A R E M”
Uma mensagem de Quan Yin, recebida por Gillian MacBeth – Louthan
Março de 2014
 
 
  À medida que eu teço minhas energias em torno de vocês, dentro de vocês, e para vocês, chegarão muitos aspectos do feminino. Permitam que cada um deles que vier às suas mentes entre em seus corações, entre em vocês, entre através de vocês, e assim criar um portal, uma entrada e uma saída que vocês vão facilitar com uma energia muito maior do que imaginam.

A Humanidade por tanto tempo tem percebido o nascimento de novos projetos, de novas idéias, de novas energias, de novas eras como algo que foi doloroso. Os seres humanos acham que precisam de alguém além deles, de uma parteira para o nascimento de seus sonhos, para o nascimento de suas criações e suas manifestações.

É o momento em que vocês se tornam a parteira de suas próprias vidas, e de acreditar que têm o conhecimento celular inato e estelar de nascença para dar nascimento ao que quer que seja que vocês sentem que precisam. Desde um prendedor de cabelo para o seu rabo de cavalo até a paz mundial. Existe uma necessidade, um desejo de retirar-se do mundo apressado, para retrair-se em sua concha de si mesmo e não se aventurarem novamente até que a maré tenha mudado.

Quando vocês deixam o abrigo de suas casas, podem sentir a eletricidade estalando no ar, e a mudança da areia na grande pirâmide. Vocês sentem os corações daqueles que permanecem solitários e a coragem daqueles que andam através das areias movediças, com medo, mas conscientes de que estão sendo sustentados pelas energias. É o tempo de vocês aprenderem a entender a Terra e todos os seus segredos, da energia elétrica constante no ar, às marés que fluem e refluem no Nilo. Vocês não podem mais enfiar a cabeça na areia e se esconder de seu destino. Seu destino é o rugido alto que vocês ouvem em suas cabeças e coração. Boa sorte ao tentar ignorar isto.... Vocês não podem permanecer imóveis sobre os quadris de sua humanidade e esperar até que as areias assentem, esperar até que a maré baixe, esperar até que os ventos da mudança parem de derrubar tudo o que é madeira morta... É hora de dançar com as energias do vento, e usá-las para impulsionarem-se para a frente, para fora da zona de perigo. É hora de fundir-se com os grãos de areias movediças. É hora de prender a respiração e mergulhar profundamente nas águas de tudo o que é divinamente humano.

Seguindo em frente, movendo-se agora, e movendo-se sem medo, será os nomes dos capítulos dos próximos livros de suas vidas. Capítulo um: Aprender a andar entre os mundos. Capítulo 2: Aprender a andar nas frestas do eu. Capítulo 3: Como permanecer acima do que está fraturado e quebrado e conduzi-lo com suavidade (redirecionamento quântico).

Levantem os véus de sua humanidade. Raspem a opacidade para fora de seu coração. Raspem o verniz e deixem os poros respirar, deixem seus sonhos respirar, e deixem seu coração bater com alegria novamente. Vão para os armários que parecem nus, e raspem o vazio moldando-o em algo que é maravilhoso e delicioso. Vocês todos são as mães da necessidade e as mães de criação. Vocês formam o que os outros não têm os olhos para ver. Não se deixem arrastar para dentro dos ventos da mudança e dos medos de outros.

Falem com o corpo, amem-no como a um velho amigo que sempre conhece vocês. Falem com a mente com doçura, para que tenha sempre assento no conselho para o seu bem maior. Digam aos seus cérebros que os deixem desenvolver-se, para deixá-los ver mais, para deixá-los sonhar mais, para deixá-los tornar-se mais. Persuadam-no, como uma criança persuade um pai por mais mesada, por mais privilégios. Vocês estão prestes a expandir-se para a frente. Não há nenhuma falha em ser humano. Não importa se vocês desperdiçam suas vidas, ou se as usam de forma adequada, o que vocês estão escolhendo fazer está bem. Não há erros, não há falhas. Não há nada que vocês possam fazer de errado. O núcleo do errado foi dado a vocês como uma limitação, como foi a freqüência de morte para limitá-los e ligá-los ao medo. Cortem todas as coisas que os atam.

Mostrem pelo exemplo, uma e outra e outra vez. Como a mãe águia que vem para a borda e mostra seus filhotes a voar. Cada filhote tem uma força e uma fraqueza diferente. O vento sopra de forma diferente sob cada uma de suas asas, levando-os para lugares diferentes.

Não julguem o que os outros fazem, porque a probabilidade é de que estejam fazendo o melhor que podem naquele momento. Ame-os onde eles escolherem acampar, ame-os onde eles escolherem se instalar. Há multidões de escolhas, porque há uma multidão de pessoas. Todas as possibilidades vivem dentro de vocês. Não permitam que os engarrafamentos da suas almas e do frenesi de outros os desorientem em seu propósito. Permaneçam fortes.

Tornem-se um com o seu dia, com o sol, as nuvens, e as pessoas que vocês vêem tão cegos pela luz. Deixem estas energias de ver abrirem-se para vocês. Vejam as verdades que ainda estão escondidas, ainda que tão expostas. Eu sou Quan Yin, Fundam-se comigo. Eu os protejo e amo. Coloquem-me em seus corações. É lá que eu faço o meu melhor trabalho.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:

Gillian MacBeth-Louthan - PO box 217 - Dandridge, Tennessee 37725-0217 - www.thequantumawakening.com  thequantumawakening@hughes.net 
Expect Miracles, Inc. 2012 Todos os direitos reservados. Permissão concedida para copiar e redistribuir os Relatórios da 5D SOMENTE NA VERSÃO GRATUITA na condição de que o conteúdo permaneça completo, intacto, sejam concedidos todos os créditos ao autor e a distribuição seja gratuita.
Fonte: http://achama.biz.ly/ 

Tradução: Luciana Pellegrini Drucker <luzpelegrina@gmail.com
 
 
Gostou! Compartilhe com os  Seus Amigos.
 
Facebook    
 
 
||Topo da Página||    ||Voltar Menu Gillian MacBeth||    ||Voltar Home||