OS LIMITES DO SUCESSO
Mensagem de Gillian MacBeth-Louthan,
03 de agosto de 2011
 

A cada e todos os dias são-vos dadas pedras de preocupação. Sejam reais ou ilusórias, elas aterram no vosso corpo como grãos sólidos de confusão e dor. Elas sentem-se pesadas e vocês sentem-se menos dinâmicos e mais densos. Todos os dias vocês vão e apanham mais destas pedras de preocupação e de confusão, permitindo que elas se acolham no corpo ancorando-as como uma âncora ferrugenta em um navio de piratas afundado. Vocês caminham cegamente através das passagens da vossa vida entrando em cada porta e em cada situação sem alegria, apenas em ansiedade.

A todos vocês são dados programas como a uma criança para crescerem e se tornarem responsáveis pelas suas ações, pelo seu mundo, pelas suas contas, etc. Nesse resíduo de responsabilidade em que têm sido sufocados, engasgados pelo que é suposto fazerem, suspirando por ar fresco e por uma segunda oportunidade. Caminham através da vossa mente a pensar numa injustiça que lhes foi feita, um medo que lhes foi dado, e uma palavra que os fere até à medula. Sentam-se no carrossel destas injustiças passadas mudando de cavalos, mas nunca saindo do trajeto emocional. Caminham lentamente através do labirinto de reflexões tentando descobrir porque é que alguém disse isto, porque é que alguém fez isto, porque é que não encontraram o vosso verdadeiro propósito. O efeito de espelho é amplificado por aqueles na vossa vida. Eles dão-lhes pontos de referências, inícios e términos, para monitorizar a temperatura das suas aprendizagens. A humanidade sentou-se e lambeu as suas feridas não permitindo que essa área da ferida fosse curada. Continuamente centrando-se e lambendo as injustiças que usa como um emblema de coragem.

A Terra está faminta de alimento. A humanidade não come sempre da mesa das dádivas do paraíso. Ela come com frequência das incertezas terrenas. À medida que vocês começam a entender que a sua alma está faminta daquilo que realmente lhe dá alegria, haverá um despertar. As neuro-vias do seu cérebro têm muitas rotundas e becos sem saída. Quando vocês têm um pensamento perspicaz, é sentido um impulso elétrico no cérebro. A Energia de Luz corre através do corpo por um momento. A adrenalina jorra no sangue e depois e paixão espera na sua próxima jogada o pensamento seguinte, tal como um jogador de xadrez contemplativo. Quantas vezes na sua existência desistiram de uma ideia, de uma invenção e de um amor? O cérebro tem um armário de arquivo de desapontamentos. Vocês guardam um ficheiro biológico secundário destas mesmas falhas no coração. Tudo e todos que alguma vez os desapontaram ou magoaram continuam a girar à volta das sinapses neuronais do seu cérebro. Vocês baseiam todas as experiências futuras nestas investigações passadas. Referenciam os lugares que fracassaram e os lugares onde foram magoados, para nunca lá entrarem novamente.

Cada um de vocês tende a sabotar-se a si próprio. É esta sabotagem contínua que vos mantém correndo em círculos perseguindo o próprio rabo. O “limite do sucesso” é, com frequência, armadilhado para os humanos. No próprio limite do sucesso, existe um campo de ilusões onde qualquer pequena dúvida ou medo pode crescer muito mais rapidamente como uma erva daninha que se alimenta dos nutrientes do solo. Muitas vezes as pessoas não querem ter sucesso porque se o tiverem então o passo seguinte tem que ser uma falha para que possam saltar a meio e ir direito para o condomínio fechado do fracasso.

Nestes tempos financeiramente adstringentes à nossa frente, precisamos de colocar a nossa pétala no metal cármico e conduzir em grande velocidade para fora do condomínio fechado do fracasso deitando abaixo as cancelas que nos mantiveram confortavelmente “menos do que”. Os tempos são energeticamente difíceis e está-nos a ser pedido para nos esforçarmos mais para cumprirmos os fins, para sermos bem sucedidos e para saltarmos os obstáculos das limitações que nos visitam agora diariamente. À medida que a economia dos dias atuais os obrigam a sentir-se como se não tivessem sabedoria suficiente no vosso coração do coração que Deus, também conhecido como Universo, é a vossa fonte infalível e suprimento perfeito. O Universo não experiencia falta nem o devem experienciar as suas criações. 

 
 
---.=.=.0\0/0.=.=.----
 
Gillian MacBeth-Louthan - PO box 217 - Dandridge, Tennessee 37725-0217 - www.thequantumawakening.com  thequantumawakening@hughes.net

Fonte: www.spiritlivrary.com


Tradução de: 

Ana Belo – anatbelo@hotmail.com


Gostou! Indique para seus Amigos.

||Topo da Página||    ||Voltar Menu Gillian MacBeth||    ||Voltar Home||