É HORA DE LIBERTAREM A DOR DO VOSSO CORAÇÃO
Mensagem dos Arturianos canalizada por Gillian MacBeth-Louthan,
27 de setembro de 2011
 

Nós somos os arautos das Estrelas e do Sistema da Luz conhecidos como Arturus. Temos as chaves dos Portais do Tempo que estão a ser emitidas para abrir. Estes Portais do Tempo anunciam situações de cura para toda a humanidade. Ocupam um espaço que mantém todos os que ele serve. À medida que são desbloqueados, o que um dia os serviu será libertado num fluxo que se afasta de vocês. Agora, é decretada ordem para que seja libertado tudo o que têm retido emocional, física e mentalmente.

É hora de curar. É hora de libertarem a dor no vosso coração. É hora de deixarem ir. É hora de perdoarem. É hora de amarem, mais profunda, completa e maravilhosamente do que alguma vez pensaram. Os Portais do Tempo têm retido o vosso pensamento formatado numa estrutura que serviu a humanidade até agora. Enquanto tiveram a segurança dos vossos muros e contaram com um teto, não tiveram medo. À medida que os constructos das paredes e dos tetos invisíveis são libertados, emocional e mentalmente, vocês são então livres de voar para casa para o vosso pensamento original. Os muros no vosso coração, na vossa vida, no vosso automóvel, na vossa casa, no vosso pensamento – serviram-nos a todos vocês. Serviram-nos e limitaram-nos de forma amorosa. Mantiveram-nos a olhar para os mesmos cenários vezes e vezes sem conta, nunca remodelando o que pensavam no passado, trazendo-o sempre para o futuro, para o agora, mastigando e re-mastigando o que criavam como verdade.

Imaginem um mundo onde não têm nada e, contudo, têm tudo. Nunca existe inveja ou ciúmes de outro – pois cada indivíduo tem a mesma capacidade inerente de criar. Um lugar em que cada passante cria o que quer que precise. Imaginem um mundo em que nada é escondido e tudo é visto. Imaginem um mundo onde vocês, enquanto comunidade, decidem como cresceriam as colheitas, as árvores, as flores e que elementos estariam de forma inerente dentro deles. Esta é uma cena tirada dos Arturianos. Este pode ser o vosso futuro, se escolherem sabiamente.

Imaginem um mundo em que, com um simples pensamento, podiam criar qualquer ação de cura que precisassem ou quisessem. Imaginem um mundo onde pudessem ver o vosso passado/presente/futuro de uma assentada. Vejam todas as vossas expressões, todos os vértices, todos os erros, todos os amores e todas as raivas em situações, tempo após tempo. Capacitando-os a escolherem com pleno reconhecimento e um coração pleno a vossa próxima expressão do eu. Imaginem um mundo em que tivessem sede de conhecimento como de água. Em que explorassem e experienciassem todo o conhecimento do vosso domínio e procurassem o conhecimento de outras dimensões e esferas da existência. Procurar conhecimento, sabedoria, procurar a verdade de lugar para lugar, estrela após estrela, experiência após experiência. Criar amor em lugares que nunca conheceram o amor. Coração em lugares que não tinham coração. Alegria em lugares que nunca a tinham sentido.

Os vossos corpos foram formados das estrelas e anseiam por voltar para casa. Permitam-nos que os elevemos de volta para as estrelas enquanto os vossos pés ainda estão na terra. Permitam-nos estender a vossa humanidade para lá dos seus limites, complicações, raivas e tristezas. Permitam-nos recuperar o conhecimento que vocês procuram, as respostas de que precisam. Vejam-nos como um motor de busca cósmico.

Nós fazemos por responder ao que precisa de ser respondido. Não somos Deuses. Não somos maiores do que vocês são, mas somos o vosso potencial, como vocês são o nosso passado. Esforcem-se por se tornarem mais e, nesse esforço, expandirão a vossa consciência e capacidade de perceber os mundos para além das palavras. Vejam-nos como aqueles que vieram ajudá-los a curarem-se. Nós sofremos enquanto os observamos tropeçarem em vocês mesmos. Existem tantos bloqueios dentro da vossa consciência que tropeçam dia após dia como minas terrestres. Elas explodem como raiva no vosso coração.

Vocês esqueceram a declaração, “Nós o Povo.” Vocês, o povo da Terra, devem defender o seu futuro. Parem de curvar-se às necessidades e aos desejos de um mundo que os manipula em todos os níveis. Acolham o vosso poder. Desta vez, neste dia, peçam para serem capacitados com a vossa divindade, com o pináculo da vossa humanidade e a estrela que vive no vosso coração. Não deixem que os outros decidam o vosso futuro.

A razão pela qual tantos sistemas estelares virão, eventualmente, para a Terra em todos os níveis é porque existem muitas fendas dentro do vosso mundo. Não as fissuras ou linhas de falha da Terra, mas fendas dentro das vossas relações, casamentos e integridade.

A vossa Terra declara a sua vulnerabilidade. A Terra está aberta para que todos entrem porque não é curada dentro de si mesma, ela está a desmoronar-se, como vocês estão. Vocês não estão unidos nos vossos corações. Não estão unidos em amor, e não estão unidos em paz como um mundo ou como uma família. Existe separação como um estado como um país como um continente e como um mundo; há profundas fendas de separação. Isto é o que atrai outros para a Terra para assumirem o controlo, para a usar.

Se se mantivessem juntos como um planeta isto não aconteceria. Um microcosmos desse macrocosmos que foi necessário iniciar para ficarem unidos foi oficializado na vossa situação de emergência de 11 de setembro. O mundo ficou unido por um momento, por um dia, por 24 horas. Tudo parou e a vida tornou-se santa, a vida tornou-se sagrada. Não queremos vê-los a chegar a esse ponto como um planeta, não apenas dois edifícios – mas como um planeta. Uni-vos nos vossos esforços, continuamente uns com os outros. Deem esse passo em frente na direção de um vizinho, de um amigo que os traiu, de um membro da família que discorda de vocês. Deem esse passo em frente. Começando simplesmente com as mãos daqueles que leem isto, comecem a girar à volta da Terra.  

Nós somos os Arturianos. A nossa mensagem provoca linhas de expressão nos vossos rostos, mas traz a verdade ao vosso coração. Esse é o lugar onde ela deve habitar. Chamem-nos para os ajudarmos a curar. Vocês são abençoados. Vivam isso!

 
 
---.=.=.0\0/0.=.=.----
 
Gillian MacBeth-Louthan - PO box 217 - Dandridge, Tennessee 37725-0217 - www.thequantumawakening.com  thequantumawakening@hughes.net

Fonte: www.spiritlivrary.com

Tradução: Ana Belo – anatbelo@hotmail.com

Gostou! Indique para seus Amigos.

||Topo da Página||    ||Voltar Menu Gillian MacBeth||    ||Voltar Home||