NOSSA CONEXÃO COM DEUS - NO INÍCIO
William LePar e O Conselho
Postado em 28 de março de 2014
 
  Nesta citação da fonte espiritual de William LePar, eles nos dizem que aqueles de nós no plano terreno ou na manifestação material perdemos a um determinado grau a consciência de nosso verdadeiro estado divino.

Ela foi parcialmente seccionada.

Nós ainda precisamos desta conexão para sobreviver, e nossa meta é fortalecer essa conexão até nós termos recuperado toda a nossa consciência que foi perdida com o passar do tempo.

Esta postagem é um pouco mais longa do que a maioria, mas creio que vocês considerarão muito interessante esta explicação.


Interlocutor: Vocês disseram: "No início, na época da Queda, foi necessário recorrer a Deus para fomentar nossa essência para criar", e, se é assim, ainda é necessário, nós ainda somos dependentes disso?

O Conselho: Muito seguramente, vocês ainda são dependentes disso.

Agora, qual exemplo nós poderíamos dar que facilitaria o entendimento?

Suponham que vocês fossem cortar o sistema elétrico de uma casa.

Agora, vocês têm um cabo que vem da companhia elétrica para a sua casa, e ele entra na caixa de luz da casa, e dessa caixa, então, vocês têm todos os tipos de outros fios que vão para cá e para lá.

Vocês podem cortar qualquer um desses fios e o resto continuará funcionando adequadamente.

Ou, o ponto desse fio que vocês cortaram, tudo antes desse ponto de corte funcionaria, tudo além desse ponto não funcionaria.

Enquanto o cabo principal entrar na casa, há vida na casa, há eletricidade.

Mas suponham que vocês não seccionam nenhum dos fios menores e seccionam o cabo principal, o que funcionaria na casa que fosse elétrico?

Nada.

De certa forma vocês poderiam aplicar este exemplo à conexão que vocês têm com o Divino.

Vejam: vocês foram atos de amor e esses atos de amor, apesar de vocês poderem considerá-los serem tremendos seres (em sua mente física, claro, vocês não podem verdadeiramente compreender), mas na consciência espiritual, cada um de vocês era uma tremenda bola de energia que foi formada e desenvolvida, mas essa energia estava - como poderíamos dizer? - em seu estágio fetal, então ela precisava ser constantemente alimentada para seu crescimento, bem parecido com uma mãe que carrega seu filho.

Enquanto a criança está em seu ventre, ela deve alimentá-la e é a mesma coisa com vocês.

Seu Pai Divino constantemente os alimentava para vocês se desenvolverem.

Antes de estarem totalmente formados e poderem seguir seu caminho com os seus próprios meios, vocês decidiram cortar o cordão umbilical.

Bem, na verdade, vocês nunca podem fazer isso, mas nós estamos usando símbolos ou falando figuradamente.

Visto que vocês decidiram cortar o cordão umbilical, vocês não se formaram totalmente, tal como se apresenta agora, vocês cortaram apenas parte desse cordão, e então a intensidade total de sua consciência divina não é sua; isso é por escolha.

Vocês não podem existir se cortarem completamente esse cordão, pois aquilo que os alimenta não estaria aí, e eventualmente vocês se esgotariam, por assim dizer: é igual nos céus, há sóis que aumentam sua intensidade, mas com o tempo eles se esgotam e não existem mais.

Agora, cada um de vocês ainda é um bebê: ainda está no ventre de sua mãe; e o Divino ainda o alimenta, fornecendo-lhe a nutrição que você necessita exatamente para a sua existência.

Pensem nisto de outra forma.

Deus é a essência de vida de tudo que é criado, espiritual e material, e vocês simplesmente se alimentam dessa essência.

Vocês estão suspensos neste oceano de amor, neste universo de amor.

Vocês são semelhantes a um lindo peixe dourado num aquário, mas um aquário tão tremendo que abrange tudo que já foi e que será criado, e cada um de vocês é capaz de ter seu próprio universo em que operar.


Vocês não podem viver ou existir em lugar algum sem tocar o amor que dá a vida do Pai Infinito.

Quando um lindo bordado ou uma tapeçaria é elaborada primeiro ela é formada a partir de uma base; os pontos são colocados com muita precisão em determinadas partes dessa base, e conforme o tempo passa, então uma bela imagem se forma e a base fica totalmente encoberta.

Vocês são os lindos pontos; a base que reúne esses pontos é o Divino, que é a base da tapeçaria; os pontos nada valem sem a base, mas a base tem valor para qualquer um que deseje aplicar seus pontos nela.

A base sempre é a necessidade.
 
-.....---==II==----.....-
 
  Direitos Autorais:luzdegaia
Mais de William LePar e O Conselho vá em www.WilliamLePar.com
Fonte: http://www.williamlepar.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com

 
 
Gostou! Compartilhe com os Seus Amigos.