UM JARDIM DA AUTO-DESCOBERTA 
Mensagem do Conselho dos 12 através de Selácia
Março de 2009
 
Fique em silêncio por alguns momentos e coloque a sua intenção de obstruir as distrações do mundo. Saiba que você merece ter momentos de contemplação e de convidar o Espírito para o seu cotidiano.

Estes momentos não o tira do seu tempo produtivo - eles são a força vital de sua criatividade e habilidade de surgir com soluções e ações produtivas.

Seu tempo de contemplação interior é o estímulo de sua alma.

Reconheça isto, permita que o seu foco vá ao coração e a sabedoria que ele possa lhe revelar. Dê a si mesmo permissão de afastar a seriedade de sua vida e de estar em um mundo imaginário.

Imagine um jardim imaginário que exista em um lugar além de onde você freqüentemente visita. Este é um grande jardim, cuidadosamente tratado, com uma variedade de árvores, arbustos, espaço aberto, e centenas de flores se desenvolvendo em incontáveis cores. Há alamedas para as caminhadas, áreas de diversão para atividades esportivas, uma área reservada aos cães, e locais para se sentar e visitar com os amigos. Há muito a perceber com os seus sentidos - pássaros cantando e voando, o suave perfume das flores, e pessoas o saudando afetuosamente no caminho.

Enquanto admira esta paisagem, você tem abundantes recordações de muitas coisas do mundo externo que você ama. Estas podem incluir flores e aromas específicos, um passeio em um lugar tranqüilo, distante das ruas agitadas, e pessoas aparentemente mais amistosas do que o usual.

Imagine que enquanto você está em um banco, em uma extremidade deste jardim, a cena a sua frente começa a mudar. Céus ensolarados estão agora nublados de um súbito temporal se forma. Uma chuva intensa começa a cair.

Você não trouxe um guarda-chuva e usava sandálias para o tempo primaveril. Você corre para baixo de uma grande árvore que estava próxima em busca de abrigo, mas não antes que a sua roupa e o seu cabelo fossem encharcados. Desde que a temperatura está branda, você se seca rapidamente, mas decide demorar a deixar o jardim até que a chuva pare.

No momento desta decisão, tendo liberado a necessidade de controlar a chuva e as circunstâncias externas, você convida o Espírito a se comunicar com você sobre um desafio pessoal que se tornou difícil de suportar. Você pede esclarecimento e uma nova inspiração aos seus professores não físicos, para que você possa continuar a encarar o que lhe parece impossível.

No momento em que você busca a orientação, um pequeno orbe de luz aparece próximo ao tronco da árvore. Ele dança em torno de um padrão, como se lhe mostrasse que ele está lá, e então passa muito próximo de onde você está. Você sentiu antes os seus guias ao seu redor, e algumas vezes, recebeu mensagens específicas deles. Entretanto, esta foi a primeira vez que você percebeu evidência deles!

Imagine, neste ponto, que você fica muito tranqüila, sentindo uma reverência pelo que está ocorrendo. Há um sentimento de alegria em seu coração que você não pode explicar. Quando você reconhece isto, se sente menos ansiosa em relação ao seu desafio. Você sente que o Espírito recebeu o seu chamado por auxílio, e que esta ajuda está lhe chegando agora de modos muito sutis.

Você deixa ir os detalhes do que seja esta ajuda, como ela se manifestará, e quando. Você está simplesmente agradecida por ter tido esta maravilhosa experiência - tão simples, entretanto, tão profunda. Você coloca a sua intenção de estar aberta ao que vier em seguida, e a prestar atenção ao que se apresentar em sua vida após isto.

Assim que você sente esta gratidão e agradece telepaticamente ao seu guia por estar lá, a luz do orbe desaparece tão rapidamente quanto chegou. Você sabe, entretanto, que você está mudada. Algo profundo aconteceu. Um novo tipo de liberação aconteceu. Você abriu uma porta que não via antes - uma porta para conhecer mais o Espírito. Esta é também a porta que a leva à auto-descoberta e à iluminação.

Quando você deixa o jardim e retorna às atividades regulares de sua vida, sabe que os seus ajudantes não físicos estão muito próximos. Eles podem não se apresentar como os orbes em sua realidade física, entretanto, a sua presença é realmente muito real. É simplesmente sua, a responsabilidade de convidar as suas interações e orientação.

Os milagres estão somente à distância de um sopro!
 
....~==00==~....
Direitos Autorais 2010 * Selacia.com
Você está convidado a compartilhar estas mensagens do Conselho dos 12 com outros, e colocá-los na Internet, na mídia social, em blogs e em sites. Por favor, inclua toda a mensagem, a fonte e o endereço do site. Que possam caminhar em um mundo cheio de amor e de bondade.
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Gostou! Indique para seus Amigos.


|Topo da Página| - |Voltar Menu Selacia| - |Voltar Home|