PARTE DA PREMISSA DO AMOR
Uma mensagem de Deus canalizada por Gloria Wendroff
5 de abril de 2008
 
Do Meu coração para o teu, do teu para o Meu, e assim gira o mundo em que vives. Não te importes tanto com tua mente. A Unidade do Nosso Coração é inexplicável. Não tentes entendê-la. O entendimento não é o ponto crucial do amor. Nosso amor que ultrapassa o entendimento é o ponto crucial de tudo. O amor não precisa de explicação. O amor é o senhor de tudo. Certamente o amor está além dos fatos, além da evidência, além da prova, além da discussão, além da demonstração. Falar sobre o amor não é amor, embora aqueles que falam sobre amor sejam, eles próprios, amor.

Amar, como bem sabes, é muito mais do que enviar cartões.

O amor pode falar por si mesmo. Não precisa de nenhum intérprete.

No entanto, existem muitas coisas que interpretas como amor ou não-amor. Se uma pessoa não age como gostarias, poderás interpretar que isto quer dizer que ela não o ama. Se alguém te envia flores ou te ouve quando falas, é lógico que isto é muito bonito, gostoso e bom. Aceita-o com amor. Mas, quando alguém não te envia flores ou não te escuta ou não faz centenas de outras coisas, será que deverias interpretar alguma dessas coisas ou todas elas como falta de amor? Quando sentes carência, te sentes rejeitado, te sentes diminuído.

Meu querido, busca o amor e nem uma única vez a falta dele. Da mesma forma que podes identificar pessoas numa multidão, identifica o amor. Da mesma forma que podes enxergar teus filhos num playground cheio de crianças, enxerga o amor.

Não é uma questão de onde o amor não está (do modo como o percebes) mas uma questão de onde o amor está. O amor não está em questão! O amor É, querido. O amor é Tudo!

Quando vais à biblioteca, procuras os livros que queres levar. Não procuras livros que não queres! Quando vais à biblioteca, não ficas abalado porque todos os livros que puxas das prateleiras não são aquele que queres. Não consideras isto como algo pessoal. Não pensas: "Quem colocou aqui todos estes livros que eu não quero ler? Por que fizeram isto? Como puderam fazer isto?"

Simplesmente colocas os livros de volta nas prateleiras. Não ficas pensando nos livros o dia inteiro, nem mesmo por mais um instante. Teu coração se sente pleno por existirem tantas bibliotecas e tantos bons livros dentro delas.

Por outro lado, quando se trata de amor, podes ser exigente, muito exigente, exigente demais! Parte da premissa do amor e pára aí. Não disseca o amor. Doa-o abundantemente; não uma demonstração de amor, mas o próprio amor, vindo do fundo do teu ser. O que não é amor, querido? Ah, bem sei que tens uma longa lista, mas assim mesmo te pergunto outra vez: "O que não é amor, querido?"

O que te impediria de irradiar amor onde quer que estivesses e com quem quer que estivesses? O que te impede?

Eu te direi o quê. É alguma idéia na tua mente que te impede. Sim, querido, se o amor não está jorrando do teu coração, tu o impediste. Tu o advertiste para parar e esperar um pouco enquanto tua mente decide para onde teu amor pode ir e para onde ele não pode. Não reprimas mais o amor no teu coração nem premedites onde ele pode ou não pousar.

Eu te direi agora. Todos merecem teu amor. Isto não quer dizer que tens que levar alguém para casa contigo. Não tens que te casar com ninguém. Não tens que fazer nada a não ser guardar todo mundo dentro do teu coração de amor. Deixa que o amor no teu coração se divirta sem interferência tua. Deixa o amor sair. Deixa o teu amor sair. Não tens que falar efusivamente sobre isto. Simplesmente deixa o amor ser a plenitude que ele é e permite que ele vá para todos os lugares. Eu, Deus, quero isto. Não cries nenhum bloqueio. Ama o teu amor. Deixa que o amor seja o que é, sem lhe dizer que pode.
 
 
 
 
))))0000(((((
Copyright © 1999-Agora Heavenletters™

Heavenletters™ – Ajudando os Seres Humanos a Se Aproximarem de Deus e de Seus Próprios Corações

Gloria Wendroff, Supervisora

Embora Heavenletters (Cartas do Céu) estejam protegidas por direitos autorais, você está convidado a compartilhá-las, enviá-las para amigos, adicioná-las aos seus informativos, usá-las como assinatura, como adesivo de pára-choque, escrevê-las no céu com um avião – o que quiser. E por favor inclua a Fonte! www.heavenletters.org . E, é lógico, não cobre por elas!

Tradução: Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Gostou! Indique para Seus Amigos

|Topo da Página|    |Voltar Menu Cartas do Céu|    |Voltar Home|