MUITO MAIS DO QUE O MUNDO PODE VER
Uma mensagem de Deus canalizada por Gloria Wendroff em
26 de agosto de 2011
 
Deus disse:

Acima de tudo, abre o teu coração. Provavelmente é mais fácil digerires o conceito de abrir teu coração do que o conceito mais grandioso de amar. “Quem sou eu para amar?” – poderás perguntar a ti mesmo. Tudo o que precisas é de um coração aberto para seres amoroso como o amor deve ser.

Abre teu coração para o amor. Qualquer pessoa que bata na porta do teu coração encontrará amor. E qualquer pessoa que não bata encontrará amor.

O amor está ansioso para te conhecer. Abre teu coração para todo mundo e abre teu coração para ti mesmo. Ama-Me e amarás a ti mesmo. Junta os dois e terás o segredo da vida. Só que ele não é nenhum segredo. Que tu e Eu somos um Todo indivisível é uma verdade conhecida, entretanto não é compreendida. O próprio fato de Sermos Um já é uma epopéia.

Tens acreditado em tantas outras coisas. Tens acreditado na distração; tens acreditado na descrença; tens acreditado no desamparo e na desesperança. Não tens acreditado na Verdade; não tens acreditado em ti mesmo. Podes ou não ter acreditado em Mim, mas ainda não assimilaste bem a Nossa história íntima.

Não és totalmente do mundo. És totalmente de Mim. Isto te escapa. Não podes cogitar isto. Com certeza podes reconhecer que és muito mais do que o mundo pode ver. És muito mais do que o que tens enxergado. Tens dado muita credibilidade ao mundo e menos ao que sustenta o mundo e a questões como: a partir de onde te materializaste, qual é a tua importância, quão longe podes ir no mundo, para que serves no geral.

Vou te dizer mais uma coisa. É estranho que quanto mais pensas que sabes, menos sabes realmente. Quanto mais respostas tens, menos aberto estás. Deixa que teu coração e mente estejam abertos em vez de fechados. Tua vida não é algo fixo, estabelecido. Tua vida é um livro aberto. Ela é interminável. Tu não podes ser definido mais do que Eu posso ser definido. Entretanto, é nessa indefinição que Nós existimos como Um. Nós somos ilimitados. Por sua própria natureza, indefinido significa ilimitado. Definido significa limitado.

O limitado é complexo. O ilimitado é simples. Definições são limitações. O ilimitado, por sua própria natureza, não pode ser definido. Não podes delineá-lo. Não podes desenhá-lo. O ilimitado, por sua própria natureza, se expande. Não existe um fim para ele. O expandido expande.

Tu és ilimitado, e Eu sou ilimitado. Nós somos a mesma infinidade e, ainda assim, tu te vez como menos, muito menos. Começa agora a ver a ti mesmo como muito mais do que tens visto, pois és muito mais do que as crenças limitadas permitem.

Tu também podes ser Onisciente. Se Somos Um – e digo conclusivamente que Somos – então tu és Onisciente. Poderíamos dizer que estás no Meu bolso. E também seria verdadeiro dizer que Eu estou no teu, entretanto, é claro que Nós (Eu, tu, o Eu de Mim) não temos bolso nenhum. Não estamos costurados juntos. Este é justamente o ponto. Nós somos a própria Vastidão. O que Eu sou, tu és, e Eu sou o mais Vasto dos Vastos, e tu também o és. Compraste as limitações e as aceitas como aceitarias um preço marcado numa etiqueta. Tu pagas um preço.

Não te digo para barganhares com a vida. Estou dizendo que pagas um preço muito alto pela ignorância. Ignorância não é o mesmo que inocência. A inocência é aberta. A ignorância é fechada. Sê inocente comigo. Sejamos inocientes juntos na Nossa Unidade.
 
))))0000(((((
Copyright © 1999-Agora Heavenletters™

Heavenletters™ – Ajudando os Seres Humanos a Se Aproximarem de Deus e de Seus Próprios Corações

Gloria Wendroff, Supervisora

Embora Heavenletters (Cartas do Céu) estejam protegidas por direitos autorais, você está convidado a compartilhá-las, enviá-las para amigos, adicioná-las aos seus informativos, usá-las como assinatura, como adesivo de pára-choque, escrevê-las no céu com um avião – o que quiser. E por favor inclua a Fonte! www.heavenletters.org . E, é lógico, não cobre por elas!

Tradução: Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Gostou! Indique para Seus Amigos

|Topo da Página|    |Voltar Menu Cartas do Céu|    |Voltar Home|