AS FLORESTAS TROPICAIS DE AMOR
Uma mensagem de Deus canalizada por Gloria Wendroff,
28 de agosto de 2008
 
O amor é verdadeiro, e o amor vem do coração, e não é verdade que o amor pode se machucar. No entanto direi que não existe nenhum coração Humano que não conheça a dor. Cada coração carrega seu próprio subterfúgio de dor.

Não existem corações feridos, pois não existe nenhum coração no mundo que possa viver sem amor. Onde existe amor, não existe ferimento. E é impossível que um coração sequer possa existir sem amor. Só corações com amor existem. Entretanto, Meus filhos tiveram corações feridos, e Meus filhos sabem o que é ter um coração dolorido.

Tu dissiparias todas as dores dos corações. Se pudesses desviar a dor de pelo menos um coração, tu a desviarias. Gostarias de evitar que qualquer coração sofresse, entretanto pisoteaste alguns corações. Tens que admitir isto. Mas o coração que pisoteaste mais é o que está localizado no teu peito. Da mesma forma que um homem às vezes bate na sua esposa, tu bateste no teu coração. Restringiste a batida do teu coração. Tu o silenciaste. Pisaste no teu coração. Teu coração tem medo de afligir-te, então tu o afliges. Quanto mais evitas te comprometer com teu coração, mais dolorido ele se sente.

Teu coração é incapaz de ser magoado, no entanto o magoas. A Verdade do teu coração não é o que percebeste. Fizeste dele um filhote de passarinho que ainda não está pronto para voar. Tu o refreaste, mantendo-o num ninho onde há muito tempo ele já não cabia mais. Com certeza agora está na hora de libertares teu coração. Retira as amarras com que o prendeste. Liberta-te da idéia de que teu coração pode se ferir. Pára de feri-lo. Precisas te desapegar do teu coração, e precisas te desapegar desses ferimentos imaginários do teu coração. Os ferimentos que percebes realmente não requerem cura, ou a cura deles está em serem livres. Mantiveste teu coração em cativeiro durante tempo demais!

Teu coração não foi feito para sofrer. Teu coração foi feito para a liberdade. Deixa teu coração ser livre! Teu coração sabe melhor do que tu o que ele deveria ser. Teu coração gostaria de te libertar das correntes em que te prendeste. Protestaste contra o corte do teu coração da mesma forma que te acorrentarias a uma árvore a fim de prevenir que ela fosse derrubada. Só que prendeste a corrente com tanta força, que agora tu é que estás machucando a árvore. Embora tenhas a intenção de proteger teu coração, tens estado machucando-o.

Ouve-me. A melhor proteção que podes oferecer ao teu coração é deixá-lo ser livre. Desamarra-o agora. Esfrega os pulsos dele. Recupera a circulação do teu coração.

Se cobriste teu coração com gelo, fizeste isto com a idéia de prolongar a vida dele, mas foste mal orientado. Nenhum coração foi feito para ser gelado. Todos os corações são feitos para serem aquecidos pelo sol. Retira os pacotes de gelo de cima dele. Simplesmente joga-os fora. Gelo derrete. Teu coração não deveria precisar derreter, a não ser que o tivesses congelado.

Deixa teu coração ficar nas florestas tropicais agora. Deixa que os tambores nativos do teu coração batam com a audácia com que devem bater. Jamais um coração foi feito para ser reprimido. Todos os corações devem bater no ritmo da natureza e não no ritmo de um cálculo imposto. Teu coração estará melhor se deixares que ele cuide de sua própria vida. Ele recuperará seu ritmo. Podes estar certo de que teu coração conhece a canção que ele foi feito para cantar. E teu coração deve cantar – não uma canção que compuseste para ele, mas sua própria melodia. Chama-o de atávico, se quiseres, mas deixa teu coração ser livre para ser um coração e não uma engenhoca feita pelo homem, presa a todo tipo de conceitos criados por ti. Libera teu coração da dor, querido! Liberta-te do mito de que a restrição é uma coisa santa. Deixa teu coração bater na liberdade do amor. Deixa teu coração ser o que ele é. Lembra-te que o teu coração é Meu. Achas realmente que restringirias o Meu coração de amor?
 
))))0000(((((
Copyright © 1999-Agora Heavenletters™

Heavenletters™ – Ajudando os Seres Humanos a Se Aproximarem de Deus e de Seus Próprios Corações

Gloria Wendroff, Supervisora

Embora Heavenletters (Cartas do Céu) estejam protegidas por direitos autorais, você está convidado a compartilhá-las, enviá-las para amigos, adicioná-las aos seus informativos, usá-las como assinatura, como adesivo de pára-choque, escrevê-las no céu com um avião – o que quiser. E por favor inclua a Fonte! www.heavenletters.org . E, é lógico, não cobre por elas!

Tradução: Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Gostou! Indique para Seus Amigos

|Topo da Página|    |Voltar Menu Cartas do Céu|    |Voltar Home|