DEIXE QUE O PASSADO SE VÁ
Uma mensagem de Deus canalizada por Gloria Wendroff,
18 de março de 2008
 
Você não tem que conhecer todos os seus segredos sombrios mais profundos. Você não precisa penetrar nos esconderijos do seu passado. No entanto, o mundo se prende ao valor do passado. O motivo disto é bom – desvelar o passado para que você possa mover para além dele. Mas é claro que o mundo gosta de analisar.

Existem aqueles que dizem que você tem que passar por todas as emoções antes de conseguir amar, mas será que tem mesmo? Você tem que passar pela raiva para chegar no amor? Por que ser um estudante da raiva? Por que estudar a reprovação? Por que desembaraçar a culpa como se ela fosse a trança de uma linda donzela? Para todos estes sentimentos que não são agradáveis, simplesmente de um alô e siga em frente. Eles são espectadores. Você não tem que parar para conversar com cada espectador. Pode acenar-lhes levemente com a cabeça e continuar caminhando.

Por que não estudar aquilo que enche o seu coração de alegria? Você não está pretendendo ser perfeito, no sentido relativo. Sim, existem partes de você que estão escondidas lá no fundo. Mas isto é semelhante a verificar o combustível do seu carro… você pode fazer isto com tanta freqüência quanto quiser, mas o importante é encher o tanque.

Querido, ofereça amor a si mesmo. Não precisa analisar todos os seus "piolhinhos". Está certo, eles existem; você tem ressentimentos. Não importa no que eles se fundamentam nem o quanto eles são compreensíveis; se quiser livrar-se deles, livre-se deles. Não precisa tranqüilizar cada detalhe deles; pode desfazer-se deles. Quando perdoa outra pessoa, você não revê cada um dos itens da ofensa que ela lhe fez. Então perdoe a si mesmo, e acabe com isso.

Não estou falando para você iludir a si mesmo. Estou falando que você pode transmutar o seu passado, seja ele qual for, e pode transmutar as emoções ligadas a ele, sejam elas quais forem. Quando viaja para algum lugar, você coloca na sua mala as roupas que quer usar. Você não leva roupas que não lhe servem mais. Você não acaba levando-as para poder se lembrar delas e ser honesto a respeito das coisas que costumava usar. Se existem roupas que você não quer mais usar, deixe-as de lado. Não há necessidade de examinar cada costura e cada bolso. Por que você faria isto? Não há nenhum diamante ali.

Você aprendeu o alfabeto para poder ler. Não precisa ficar voltando ao alfabeto. Não precisa mais soletrar as palavras. Não precisa admitir que um dia você leu no primeiro ano da escola. Não precisa ficar sempre voltando aos livros do primeiro grau. Ninguém precisa lhe dar permissão para ler livros de nível avançado. Você mesmo se dá esta permissão.

Quando se trata de amor é um pouco diferente porque você veio para a Terra conhecendo o amor. Pode ser que você tenha se esquecido do amor e então está re-aprendendo a amar. Não precisa ficar contando os passos para amar. Basta amar; e amar é o que você quer. Jogue fora o lixo, querido, sem examinar. Para que ficar examinado cada casca e pele que há nele?

Simplesmente volte ao amor. Sempre volte ao amor. Você o tem. Ele é seu. Não há razão para relembrar cada passo mal dado. Não há razão para voltar e seguir de novo cada desvio que você tomou. Você estava dirigindo para um lugar e passou por outros lugares no seu caminho; e algumas vezes, inclusive, se perdeu num desses lugares. Mas agora você está aqui. Você está aqui comigo. Você passou pela raiva e pela culpa, e agora está no terreno do amor. Vá para onde quiser ir, querido, e esteja lá. Não se importe com o tempo em que estava num lugar inferior. Não precisa passar uma draga pelos lugares onde você já esteve. Talvez existam cicatrizes. Então, existem cicatrizes, mas as cicatrizes não são a sua ocupação, querido.
O amor é.
 
))))0000(((((
Copyright © 1999-Agora Heavenletters™

Heavenletters™ – Ajudando os Seres Humanos a Se Aproximarem de Deus e de Seus Próprios Corações

Gloria Wendroff, Supervisora

Embora Heavenletters (Cartas do Céu) estejam protegidas por direitos autorais, você está convidado a compartilhá-las, enviá-las para amigos, adicioná-las aos seus informativos, usá-las como assinatura, como adesivo de pára-choque, escrevê-las no céu com um avião – o que quiser. E por favor inclua a Fonte! www.heavenletters.org . E, é lógico, não cobre por elas!

Tradução: Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Gostou! Indique para Seus Amigos

|Topo da Página|    |Voltar Menu Cartas do Céu|    |Voltar Home|