O CONHECIMENTO DO CÉU
Uma Mensagem de Deus canalizada por Gloria Wendroff
20 de novembro de 2008
 
Deus disse:

Justamente quando pensas que sabes tudo, descobres o pouco que sabes, não é? Criaste uma partida de tênis no mundo e estás jogando. Jogas a bola para frente e para trás. Tu jogas e é contra ti mesmo que estás jogando. Como jogas por ti mesmo e pelo teu adversário ao mesmo tempo, podes apostar que vais ganhar. Ou talvez a partida empate e então não ganhes nem percas. E o que importa? Ganhando ou perdendo, tu jogaste. Ganhando ou perdendo, isto está no passado. No sentido mundano, a glória passou. Durou apenas um minuto.

Isto é o que há de maravilhoso em jogar esse jogo: ganhando ou perdendo, chegas mais perto de Mim. E assim, só podes ganhar! Sendo ou não vitorioso aos olhos do mundo, tu podes apenas ganhar. Tu ganhas a Mim, querido. O que mais podes ganhar que dure mais do que um piscar de olhos?

Este é o motivo. Descobres o pouco que entendes para que o teu entendimento possa crescer. É tolice ter tanta certeza de que sabes tudo o que pensas que sabes. Presumes. Estou falando agora em termos do mundo relativo. Ele não pode ser conhecido, querido, porque o mundo é muito volúvel. Ele simplesmente não consegue se assentar. E tu ficas saltando em cima dele.

Entretanto existe algo que está além do mundo instável e que tu podes conhecer… e podes conhecer com certeza. Eu sou o Conhecedor. E, portanto, tu também o és. Nós – tu e Eu – viemos de um lugar diferente, que não contém nem um pingo da instabilidade do mundo existente. Entretanto, o lugar de onde viemos, a Quietude de onde viemos, não é uma pedra, pois o Céu tem uma rapidez de movimento e flexibilidade que o mundo não consegue conceber. No entanto, o que existe no Céu que exija flexibilidade?

O mundo é o teu campo de estudo, entretanto ele não pode ser conhecido. O mundo oferece todo tipo de prova, e o clima muda amanhã. O mundo está sempre mudando, voltando-se para este lado e para aquele, como uma linda jovem que, ao andar por uma rua, para, faz uma pausa, dá uma volta e caminha para trás de novo. E é só no mundo que existe o amanhã ou qualquer forma de tempo.

Entretanto, nós dois juntos, tu e Eu, criamos este mundo no qual mergulhas e nadas. Apesar disto, ele é apenas uma peça. É apenas uma peça, mas tem atores Divinos. És um deles. E assim estudas um mundo que é impossível entender. Ele não fica parado em tuas mãos.

Mas existe um mundo de Quietude, e conheces tudo a respeito desse Mundo. Iludiste a ti mesmo, convencendo-te de que não o conheces. Realmente, chamas este mundo, do qual Eu falo, de Grande Desconhecido, como se houvesse uma Grande Barreira de Recifes no caminho que leva a ele. Conheces o Céu melhor do que conheces a palma da tua mão. Tu Me conheces. Somos Velhos Amigos. Viemos do mesmo país, por assim dizer – do Céu. O Céu é onde teu coração está. E o teu coração sabe Tudo. Teu coração nunca perdeu o conhecimento do Céu e nem a doçura dele.

Não te desesperes. Não sintas de novo que perdeste o Paraíso e precisas recuperá-lo. Não perdeste o caminho. Apenas estiveste fechado em fronteiras e te convenceste de que não consegues ver além delas. Convenceste a ti mesmo de que o mundo existente é Conhecido e o Céu é Desconhecido. Inverteste o teu pensamento, querido. Ficaste adoentado. O Céu é Conhecido e tu o conheces.
 
 
))))0000(((((
Copyright © 1999-Agora Heavenletters™

Heavenletters™ – Ajudando os Seres Humanos a Se Aproximarem de Deus e de Seus Próprios Corações

Gloria Wendroff, Supervisora

Embora Heavenletters (Cartas do Céu) estejam protegidas por direitos autorais, você está convidado a compartilhá-las, enviá-las para amigos, adicioná-las aos seus informativos, usá-las como assinatura, como adesivo de pára-choque, escrevê-las no céu com um avião – o que quiser. E por favor inclua a Fonte! www.heavenletters.org . E, é lógico, não cobre por elas!

Tradução: Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Gostou! Indique para Seus Amigos

|Topo da Página|    |Voltar Menu Cartas do Céu|    |Voltar Home|