ABANDONA A TUA LISTA DE ERROS
Uma mensagem de Deus canalizada por Gloria Wendroff em
23 janeiro de 2009
 
Deus disse:

De onde veio a ansiedade que sentes no teu estômago?

Estavas indo muito bem, e de repente começaste a te sentir cheio de ansiedade por causa de algo que falaste, ou que escreveste ou que fizeste, e de como poderias ter feito isso de uma forma diferente e melhor, que poderias ter falado mais alto ou que não deverias ter dito absolutamente nada, que insististe demais, ou não insististe o suficiente… A lista poderia continuar. Não falta sugestão para o desespero. Encontras uma lista antiga de erros que cometeste ou deves ter cometido. Relês e relês essa lista, como se, de alguma forma, apesar das aparências, ela pudesse te ser útil.

Útil a ti? É lógico que a tua lista provocadora de ansiedade não é útil a ti! Muito pelo contrário! Ela te é prejudicial.

Pensavas que estavas livre de toda tua ansiedade, no entanto, aos poucos e sorrateiramente, ela voltou. Essa pequena cobra-ansiedade é traiçoeira. Ela volta rastejando e tão disfarçadamente, que só percebes quando de repente ela aparece bem diante de ti, já tendo corroído as tuas fundações. Por causa desta ansiedade, tu te sentes minado. Voltaste àquela velha e corroída lista de compras. Não há nada aí que valha a pena comprar.

Vou escrever uma nova lista de compras para ti. Joga a outra fora, de uma vez por todas. Substitui-a por esta que te dou agora. Esta que te ofereço é a tua nova lista de compras. Entende-a bem:

"Sou uma boa pessoa assim como sou."

"Tenho intenção de fazer o bem, e faço."

"Não me criticarei mais. Deixo-me em paz. Se não gosto do que eu disse, ou escrevi ou fiz, risco isso de todas as listas agora, de uma vez por todas. O que fiz ou deixei de fazer não tem importância. Está no passado. Sei que o sol aparece e seca a chuva. Provavelmente sou a única pessoa que pensa nisto que eu lamento. Não há porque pensar nisto, nem sequer uma vez. Quando permito a entrada de pensamentos perturbadores do passado – sejam eles muito recentes, muito grandes ou muito pequenos - diminuo a força do meu amor por mim mesmo."

"É importante que eu ame a mim mesmo. É importante para mim e para todos ao meu redor. Não devo lamentar nem devo encontrar defeitos em mim mesmo, pois sou o líder de uma parada, e tenho que conduzir uma parada calma e contente. Minha parada passa por todas as ruas secundárias e pelas principais também, e segue de acordo com o tenor dos meus pensamentos. Quero conduzir o tipo de parada que quero conduzir. Recuso-me a conduzir uma parada lúgubre."

"Quando meus pensamentos me provocam ansiedade, deixo-os cair. Não os guardo nem por um minuto sequer, pois são pensamentos destrutivos. Esses pensamentos insinuam-se na minha mente e não querem ir embora. Eles precisam ser evitados, e sou eu que devo evitá-los."

"Isto é fácil de fazer agora. Eu os sacudo para fora de mim. Dou apenas uma olhadela para trás e digo-lhes claramente:"

- "Pensamentos lamentáveis e provocadores de ansiedade, vocês não têm nada que fazer aqui. Vocês não me pertencem. Não pertencem a lugar nenhum. Vocês são como as sombras de uma cortina preta; vocês se puxaram para baixo e bloquearam a minha visão. Querem que eu seja pequeno e cheio de ansiedade. Mas agora os vejo como são. Vocês são uns descontentes, e gostam de pisar na minha sensação de bem-estar e entrar sorrateiramente na minha mente, junto com outros pensamentos da sua turma. Vocês são invasores e erosivos. Não podem mais permanecer aqui. Precisam ir embora, e têm que ir embora agora. Então agora, sem tumulto, vão embora! Eu os jogo fora e, em nome de Deus, vocês não podem voltar!"
 
))))0000(((((
Copyright © 1999-Agora Heavenletters™

Heavenletters™ – Ajudando os Seres Humanos a Se Aproximarem de Deus e de Seus Próprios Corações

Gloria Wendroff, Supervisora

Embora Heavenletters (Cartas do Céu) estejam protegidas por direitos autorais, você está convidado a compartilhá-las, enviá-las para amigos, adicioná-las aos seus informativos, usá-las como assinatura, como adesivo de pára-choque, escrevê-las no céu com um avião – o que quiser. E por favor inclua a Fonte! www.heavenletters.org . E, é lógico, não cobre por elas!

Tradução: Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Gostou! Indique para Seus Amigos

|Topo da Página|    |Voltar Menu Cartas do Céu|    |Voltar Home|