Christopher e a Caixa da Verdade
O Clã dos Guardiões da Verdade
O Grupo através Steve Rother

15 de maio de 2006
 
De Steve:

Nesta mensagem, o Grupo revelou mais um dos Sete Clãs originais. Esta completa quatro até aqui. Eles contaram uma história sobre Christopher que carregou a caixa da verdade por toda a sua vida, na busca constante pela "verdade". O Grupo diz que mais pessoas surgirão nos próximos anos que terão situações muito similares que servirão para ajudar a toda a humanidade a mudar a sua percepção do que realmente é a verdade. Se olharmos para o nosso passado, nós veremos que foram sempre os conquistadores que escreveram a história e portanto as nossas verdades coletivas. O Grupo diz que a verdade coletiva é uma questão de suficientes pessoas, que mantêm o mesmo conceito como verdade. Quando uma massa crítica é alcançada, a nossa história e a nossa verdade mudam para apoiar as nossas necessidades. Qualquer editor de livro de história verificará isto. Quando o Grupo diz, é que para que os humanos sejam capacitados, nossa história, e nossa verdade se tornarão mais flexíveis do que já se imaginou. Eles usaram esta história para nos ajudar a ver que a busca focada a favor da "verdade" pode ser uma bela diversão.

Grandes Abraços e toques gentis
Steve Rother

Saudações de Casa.

Onda Magnética

Queridos, vocês têm se tornado cada vez mais interdimensionais com a prática. Através da própria consciência, vocês estão desenvolvendo uma habilidade para viver em um mundo que inclui muitas dimensões de tempo e de espaço. Os desafios que estão enfrentando têm a ver com as impressões magnéticas que são enviadas para o universo e criam um padrão vibracional em que vocês se envolvem. Vocês estão literalmente se tornando os pensamentos que colocaram em sua linha de tempo diante de vocês. Até pela maneira como se aventuram nesta nova área de Luz, vocês têm conseguido criar um ambiente que seja neutro e preparado para ser composto por vocês. É o mesmo efeito magnético que apagou a tela diante de vocês e que causou os desafios com seus microfones e aparelhos eletrônicos hoje. (Nota de Steve: Esta canalização foi apresentada ao Vivo como o último segmento do show na TV Internet do VirtualLight. Durante o show nós tivemos muitas esquisitices técnicas e todos os nossos microfones pararam com a exceção de um que eu estava usando para a canalização).

Há mais pessoas neste planeta do que vocês possam imaginar, que estão aguardando por um milagre. Conseqüentemente, vocês estão criando este milagre específico. Vocês estão enviando uma forte vibração agora, quase como se pegassem um grande seixo e o atirassem dentro de uma lagoa. A ondulação deste seixo percorre a água como uma vibração e prepara a água plácida para aceitar a próxima realidade. Isto está acontecendo em níveis multidimensionais e embora o Guardião esteja muito frustrado com a deficiência do equipamento que está operando hoje, é uma bela coisa de se observar deste lado do véu, porque vocês estão criando o Lar neste planeta, neste momento. Esta criação é algo que nós, deste lado do véu, temos aguardado com a mais elevada expectativa, pois isto nunca foi planejado.

Os Ciclos da Terra

Quando o Jogo da Terra começou, ela era uma esfera quente, gasosa, flutuando através do espaço. Devido ao calor intenso, as vibrações da Terra nesta época eram muito elevadas. Bem no início, os espíritos aproveitaram esta oportunidade para viver na Terra. Naqueles dias, vocês habitavam a Terra como seres etéricos, sem os corpos físicos e densos que agora habitam. Quando a Terra esfriou, vocês tiveram que encontrar meios de abaixar seu próprio estado vibracional, de modo que conseguissem permanecer em harmonia vibracional com a Terra. A parte interessante sobre isto, é que hoje vocês acreditam que uma vibração mais elevada, é melhor do que uma vibração menor. No início da evolução da humanidade, o progresso era realmente abaixar a vibração. Quando vocês alcançaram um nível de conforto, começou um longo período de movimentos laterais na realidade deste ciclo, onde suas vibrações pareciam nem se elevar e nem abaixar. Durante este tempo, não houve muita mudança entre a vibração elevada e a vibração baixa, tinha-se a impressão de que não havia evolução. Adivinhem o que aconteceu? Vocês já venceram as dificuldades, e hoje consideram a evolução como sendo a elevação da sua vibração. Esta é a conclusão de um grande ciclo vibracional, que começou há éons, quando a Terra iniciou. Então, o que está acontecendo nos dias de hoje? A Terra não está se aquecendo? Sim, vocês acreditam que grande parte disto, está ligada à poluição, aos carros que dirigem, e aos efeitos do aquecimento global. Nós dizemos a vocês que isto é somente parcialmente verdadeiro. É muito apropriado que aprendam a seguir em harmonia com a Terra. Mas nós também lhes dizemos, que na realidade a Terra é muito mais elástica do que vocês sabem. Vocês estão realmente em um ciclo natural de energia e o que chamam de aquecimento global está ligado em grande parte ao aumento intenso na radiação que emana do próprio sol central. E em relação aos corpos etéricos que uma vez vocês habitaram? Vocês não estão falando sobre voltar ao corpo de luz? No início vocês estavam no corpo de luz, quando habitavam a grande esfera gasosa, antes que tomassem a forma física. Vocês estão retornando para lá, queridos. O ciclo é uma coisa que desejamos compartilhar com vocês. Até o Guardião acreditava que hoje nós iríamos falar acerca da multidimensionalidade, até poucos momentos atrás. Nós não iremos. Há algo que está acontecendo aqui, que está além de descrição. Nós não podemos esperar para dizer-lhes sobre isto, pois vocês já presenciaram um vislumbre disto. Vocês sentiram isto, mas não souberam exatamente como descrever isto em palavras.

A Evolução da Verdade

Nós dissemos antes que há 12 lições de vida primárias com as quais vocês trabalham enquanto almas fingindo ser humanos. A maior parte de suas lições de vida e a maioria dos seus maiores contratos, apontam de volta para esta lição de vida principal sobre a qual vocês decidiram antes de virem para esta existência. O primeiro estágio foi o estágio de planejamento, quando vocês pediram a esta pessoa para ser o seu pai, a esta pessoa para ser a sua mãe, e a esta pessoa para ser o seu primeiro namorado no primeiro grau e de amá-los o suficiente para partir o seu coração? E vocês pediram a esta pessoa para ser o seu colega de trabalho e que ele os amaria o suficiente para roubar todo o seu dinheiro e fugir para o México? Oh, eles jogam o Jogo tão bem. Vocês colocaram o véu e se esqueceram do que tinham estabelecido, mas aqui estão vocês, despertando do sonho no meio de um Jogo. Nós estamos aqui para recebê-los de braços abertos, enquanto vocês tomam conta de suas vidas e prosseguem como espíritos que fingem ser humanos. Uma das mais importantes lições de vida com que muitos de vocês têm trabalhado é a intenção de promover uma ativação global. Embora estas lições de vida sejam experiências pessoais, vocês também trabalham com elas em base coletiva, fazendo certas tarefas aparentemente "populares" dentro de sociedades diferentes. Isto está acontecendo agora com a lição de vida da verdade. Essencialmente, estas almas individuais que trabalham com a lição básica da verdade, ajudarão a toda a humanidade a redefinir qual é a verdade na Nova Terra.

A verdade é uma lição de vida muito difícil. Há até algumas que o Guardião chama de "Saltadores de canalização" em seu mundo. Os saltadores de canalizações saltam de uma canalização à outra, até encontrarem a verdade que estão procurando, quando na realidade a verdade esteve com eles durante todo o tempo da busca. Oh, alguns leram todos os livros escritos nos últimos 40 anos na busca da verdade. O que lhes dizemos é que essas pessoas não estão procurando a verdade nos livros ou procurando a verdade nas experiências quando pulam de canalização em canalização. O que elas estão procurando é um reflexo e a validação da verdade que carregam interiormente.

Então, bem no início quando começaram a participar do Jogo na esfera gasosa e quente chamada Terra, vocês tomaram a forma de seres etéricos sem forma física. Em determinado ponto, adaptaram uma forma de biologia que vocês conhecem hoje como sendo os macacos e começaram a formar bolhas humanas de biologia para hospedar o seu espírito durante o jogo. Nesta época havia somente 500 de vocês que receberam a forma física. O restante permaneceu atrás para formar o que é agora conhecido como o reino angélico para orientação, que era necessário nos dois lados do véu. Nos dias de hoje, cada um de vocês está diretamente relacionado com uma das 500 almas. Naturalmente, as boas novas é que vocês precisavam somente aprender como avançar com outras 499 pessoas. Se vocês compreenderem isto, começarão a compreender a verdade da vida na Terra.

O Quarto Clã ~ Os Guardiões da Verdade

No início, os 500 humanos originais viveram rudemente no mesmo lugar do planeta. Só mais tarde, vocês se espalharam para as outras partes do mundo. No início, reuniam-se em grupos e formavam o que é conhecido como clãs, e esses clãs se agrupavam em torno de um propósito. Eles estavam aqui para ajudá-los a trazer as memórias do Lar para a sua experiência na Terra. Nós temos falado sobre alguns deles. Havia sete clãs ao todo. Até aqui nós falamos só do Clã dos Olhos Brilhantes, Refletores da Luz e Guardiões da Beleza. Hoje, falaremos de um outro clã, os Guardiões da Verdade. Há muitos de vocês que estão despertando no planeta neste momento. Este era o clã dedicado a trazer a verdade do Lar para a Terra. A fim de se fazer isto, atributos específicos tinham que estar no lugar certo e vocês tinham que compreender certas coisas. No princípio foi difícil descobrir o que funcionava e o que não funcionava. Nós lhes contaremos uma história sobre uma destas dedicadas almas, pois isto ilustra bem claramente o que é o Guardião da Verdade.

A Estória de Christopher e a Caixa da Verdade

O Estágio do Planejamento

Christopher é um ser de luz que em breve entrará no Jogo da Livre Escolha como uma Criança Cristal, nascida na Terra como um humano de vibração elevada. Ele não terá que passar pelo processo evolutivo, mas nascerá com uma vibração elevada no início de sua vida. Nós primeiro encontramos Christopher sentado à mesa no grande Hall dos Registros reunido com todos os seus amigos à sua volta. Enquanto Christopher dirige a reunião, explica a todos que estão reunidos que experiência quer ter na Terra e o que espera realizar. Enquanto ele fala, as almas daqueles que vão fazer parte deste jogo, chegam mais perto. Apesar de sua mãe e seu pai já estarem encarnados na Terra, seus Eus Superiores estão presentes nesta importante reunião. Christopher estava orgulhoso que cada um que ele quis que estivesse neste Jogo tenha concordado em fazer a sua parte. Ele pôde trazer todos os espíritos e todos estes seres para sentarem-se em torno de uma magnífica mesa para o primeiro estágio de sua vida, o estágio do planejamento. Um dos seres sentados à sua direita era o seu querido amigo Elrah. Era uma grande alma que nunca encarnara. Elrah era um dos seres mais elevados que Super Iluminava o primeiro e os últimos estágios da vida. Elrah estava freqüentemente lá para ajudar as almas a fazerem planos e contratos efetivos para suas vidas na Terra e estava habitualmente lá para receber as almas que retornavam ao Lar e despertavam do seu sonho. Ao dizer isto, é bom lembrar que no Lar, uma pessoa nunca é melhor ou mais elevada do que outra, Então Christopher e Elrah tinham a mesma importância no processo que se aproximava. Eles eram considerados iguais, pois de fato são simplesmente expressões diferentes de um coração no outro lado do véu.

Elrah conversava com Christopher e com todos os que estavam reunidos preparando o maior contrato da vida de Christopher. Elrah disse, "Christopher, você escolheu entrar com a lição da verdade. Ela é uma das lições de vida mais difíceis que se pode escolher no planeta da livre escolha, mas ela será também uma das mais úteis para todos. Antes que você entre no Jogo, eu lhe darei algumas idéias e conceitos que ajudarão você nesta difícil lição." Bem, então, Elrah tira uma bela caixa e a coloca nas mãos estendidas de Christopher. É uma caixa muito pequena e adornada. Christopher olha para ela e pergunta, "É para mim? É tão bela, Elrah. Eu não sei o que pensar sobre isso." Elrah começa a falar a Christopher sobre a caixa e o significado que ela terá na vida que ele está prestes a entrar. Elrah diz, "Christopher quando você encarnar em uma bolha da biologia, carregará esta caixa em forma de energia muito profunda dentro do seu ser, em um nível elevado do coração." Elrah aponta para um lugar no meio do corpo, entre os chacras da garganta e do coração. "Você não será capaz de vê-la com os olhos, mas nesta caixa Christopher, você manterá todas as verdades que reuniu como uma alma em todas as suas encarnações até este ponto. Seu propósito de alma nesta existência é abrir esta caixa e compartilhar a sua expressão da verdade. Se fizer isso, Christopher, retornará ao lar com a pérola que ajudará a evolução de todos nós". Christopher disse, "Este é um propósito maravilhoso. Eu aceito alegremente o desafio".

Christopher começou então a tarefa de planejar a vida que se revelava diante dele. Fez contratos e reforçou os planos só para garantir. Fez contrato para experiências positivas e negativas. Muitas vezes as almas aprendem mais com as experiências negativas do que com as positivas, então todas as possibilidades foram consideradas e planejadas. Cada contrato foi exposto e reexaminado. Todos os grandes contratos na vida de Christopher, apontariam para a caixa da Verdade que ele carregaria. Apenas se ele se lembrasse de que ela estava lá. Depois de tudo organizado, Christopher ficou frente a frente com Elrah pela última vez. "Querido Christopher, nós todos observaremos você daqui do Lar e o encorajaremos, mas você não nos ouvirá, pois o véu é muito denso. Nós lhe ofereceremos orientação e o ajudaremos a se conectar com os muitos contratos que você assumiu, mas na maior parte do tempo, você os considerará coincidência ou sorte. Acima de tudo, Christopher, por favor, tenha em mente que tudo o que precisa fazer para realizar todas as suas tarefas, é abrir a caixa e compartilhar o conteúdo. Assim, você retornará com a pérola, querido Christopher".

Nasce uma Criança

Com as instruções finais, Christopher colocou sua encarnação em movimento, e começou o processo de 27 meses que precedia o seu nascimento. Foi a primeira oportunidade de Christopher fingir enfrentar a ilusão do tempo; durante este tempo, ele trabalhou na transição de um ser infinito que assumia uma expressão finita. Foi aqui que ele sussurrou no ouvido de sua mãe, "Meu nome é Christopher. Meu nome é Christopher." Muitas vezes a sua mãe acordava no meio da noite com o nome Christopher na mente. Em determinado ponto, ela falou ao marido, "Eu acho que deveríamos chamá-lo de Christopher." Mas no momento em que ela pronunciou o nome em voz alta, lembrou-se do menino na escola que ela não gostava, e então disse "Entretanto eu gosto realmente deste artista, então talvez nós devêssemos chamar o nosso filho de Tom". E Christopher sacudia a cabeça e continuava sussurrando em seu ouvido a cada oportunidade que tinha. Algumas vezes, as almas conseguem viver com a vibração de um nome similar ao seu nome espiritual, e outras não, dependendo de como comunicam o contrato a seus pais durante estes 27 meses. Christopher foi afortunado e depois que a mãe hesitou algumas vezes, ela finalmente deu-lhe o nome de Christopher. Christopher nasceu três semanas antes do esperado, já que não podia esperar mais para entrar no Jogo. Era uma criança muito inteligente. Seus olhos iluminavam a sala quando sorria, mesmo quando bebê, além de ser circundado por uma bela energia o tempo todo.

Os pais de Christopher amavam-no ternamente; ele era o seu segundo filho e tinha uma irmã mais velha. Muitas vezes uma criança mais velha se ressente com a chegada de um irmão mais novo, mas não foi este o caso. A irmã mais velha de Christopher tinha grande orgulho do irmão mais jovem e foi um grande apoio para ele. Sua mãe sempre o estimulava em tudo, mas mesmo assim, Christopher não falou até que tivesse quase dois anos de idade. Ele se conteve por um longo tempo. Quando falou, expressou poucas palavras e muito calmamente.

O Jovem Christopher

Enquanto Christopher crescia, sua mãe se preocupava com ele porque era evidente que não era uma criança normal. Era diferente e, como era natural, ela acreditava que havia algo errado com ele. Fez o melhor que pôde para encorajá-lo a cada oportunidade e quando ele falava, todos aplaudiam. Mas mesmo se ele não falasse, todos o compreendiam de alguma maneira. Christopher tinha um sorriso muito mágico que enviava energia através dos olhos e todos se sentiam à vontade em sua presença. Quando Christopher começou a crescer, começou a sentir algo que não compreendia muito bem. Constantemente, então, ele se sentia guiado a levar a mão ao peito enquanto ouvia as pessoas falarem. Então, um dia ele foi à Igreja. Apesar de seu pai e sua mãe não freqüentarem a igreja, queriam que ele tivesse um compromisso e o levaram à Igreja.

Ensinaram-lhe muitas lições na igreja, e isto lhe agradava. Então em um domingo, Christopher teve uma experiência que nunca mais esqueceria. Durante a aula da Escola Dominical, foi dado a Christopher um papel destinado a ensinar Deus às crianças. O panfleto contava histórias sobre a importância de ser bom e sobre as leis básicas do ser humano. Foi então que os professores falaram às crianças que se elas não seguissem as regras, iriam para o inferno. Naquele exato momento, Christopher sentiu uma dor penetrando na parte superior do peito. Mais tarde ele contou à mãe sobre a sua experiência. Ela levou Christopher ao hospital e descobriu que não havia nada errado. Mas desde então, Christopher passou a sentir uma dor aguda na parte superior do peito.

Não muito tempo depois, o guia de Christopher surgiu. Com quatro anos, Christopher já tinha um amigo imaginário à sua volta na maior parte do tempo. Seus pais pensavam que amigo imaginário era uma criação sua, mas como ele parecia ajudar Christopher, deixaram que isso prosseguisse. A única parte que eles não conseguiam imaginar era que o amigo imaginário era chamado de Earl (nome próprio=conde). Não há muitas crianças que têm um amigo imaginário chamado Earl. Ele conversava com Earl, com a mão sobre a parte superior do peito e quando ficou mais velho, passou a receber muita ajuda de Earl. Christopher compartilhou um conhecimento inacreditável que ele aprendeu com Earl por muitos anos, até o dia em que praticamente parou de falar sobre ele.

Nos últimos anos da adolescência, Christopher decidiu que queria aprender a falar em público. Recebeu aulas de oratória e debate em público. Nesse curso aprendeu a conversar com as pessoas, pois ele considerava essa a sua maior fraqueza. Ele não se sentia capaz de efetivamente conversar com as pessoas e isto o aborrecia. Explicou isto à mãe, que o tratou com grandes curadores energéticos. Várias pessoas trabalharam com o seu chacra da garganta (laríngeo ), para que ele fosse capaz de falar. Um contou-lhe histórias sobre uma vida passada e disse-lhe que ele ainda tinha uma espada presa na garganta. Outro lhe disse que ele havia sido morto por uma punhalada na garganta, e ainda um outro disse que ele tinha sido assassinado por ensinar grandes obras em uma existência passada. Quase todos disseram que havia algo errado e tentaram remover os bloqueios que ele tinha. Christopher não acreditava neles, porque a cada vez que lhe era dito algo em que não acreditava realmente, sentia uma dor na parte superior do peito. Christopher começou a perceber que o que ele sentia era uma orientação. Ainda que não lhe fosse mostrado o caminho ou a direção a seguir, Christopher sabia quando estava ouvindo idéias que não discordantes do que ele de algum modo sabia interiormente. Estes são os primeiros atributos de qualquer pessoa que trabalha com a lição da Verdade. A orientação pode não lhes dizer quando estão no caminho, mas avisa quando tomam o caminho errado.

Falando a Verdade

Não há muito tempo, Christopher começou a descobrir que tinha um conhecimento interior; ele começou a aprender como falar e como ser ouvido. Começou a praticar ao expressar esta verdade e se tornou verdadeiramente um orador eloqüente. As pessoas naturalmente o ouviam quando ele falava. Elas queriam ouvir cada palavra que ele tinha a dizer. Elas confiavam nele, pois conseguiam ver nos seus olhos quem ele era. Christopher aprendeu e experimentou muito, trabalhando com esta energia. Tornou-se professor e escreveu livros, trabalhando com as suas próprias palavras e ajudando a capacitar pessoas. Christopher passou o resto da vida como um professor. Era muito respeitado, pois não só era um professor da verdade, com também viveu a sua vida de acordo com a sua verdade interior. Ele tinha o hábito de tocar a parte superior do peito quando falava algo realmente importante. Um dia, a sua velha mãe perguntou-lhe acerca deste estranho hábito e ele lhe disse, "Mãe, é a minha caixa da verdade. Levou muitos anos para lembrar que ela estava aqui, mas ela conserva todas as verdades que eu reuni como alma, e desta vez eu vou compartilhá-la com outros". Sua mãe não soube o que responder, mas havia aprendido há muito tempo a não discutir com Christopher quando ele estava entusiasmado dessa forma.

Christopher Retorna para o Lar com a Pérola

Agora chegamos ao fim da sua vida quando ele é levado ao Lar novamente.

Quando atravessou o véu, adivinhem quem estava lá para recebê-lo? Seu velho amigo Elrah, que foi a primeira bela visão que ele teve do outro lado. Seu amigo estava lá para recebê-lo como o Christopher desperto do sonho. Christopher abraçou fortemente Elrah, que disse, "Você fez tanto bem. Você não compreende o que fez? Você compreende quantas vidas tocou, como mudou o mundo com a sua verdade?" Christopher disse a Elrah, "Eu não. Eu não fui tão bem-sucedido nisto. Foi muito difícil para mim. Não foi o que eu esperava de qualquer modo, Elrah. Deixe-me compartilhar algumas das minhas experiências". E eles conversaram por éons de tempo, pois o tempo não existe do outro lado do véu.

Nas conversações que se sucederam, Christopher contou a Elrah sobre as suas experiências. Uma destas experiências foi especialmente importante para ele, porque de certo modo, Christopher conscientizou-se de que havia uma verdade que tinha que compartilhar e descobriu a caixa. A parte interessante sobre a caixa era que mesmo que ele conseguisse abri-la e encontrar dentro dela a verdade, pois era onde ela estava, não conseguiria vê-la. Foi quando Christopher aprendeu que a sua verdade deve ser refletida através dos olhos de outros humanos. "Não era isso que eu estava esperando, Elrah. Descobri que não podia encontrar a minha verdade e compartilhá-la com as pessoas. Eu tinha que realmente falar a minha verdade, permanecer na minha verdade, e viver na minha verdade, assim isto poderia ser refletido através dos olhos de outras pessoas e eu poderia vê-la por mim mesmo. Aprendi que uma verdade que não é expressa, ainda não é uma verdade. Então eu tive que aprender através de uma situação muito difícil que a verdade não é um simples objeto imutável. Não há UMA verdade, mas ao contrário, a verdade real é uma evolução, pois quando eu cresci a minha verdade mudou. Eu cresci, aprendendo que havia uma verdade, um Deus, um caminho para o Lar. Mas, naturalmente, querido Elrah, há muitos. Há tantos, que eu nem mesmo posso dizer-lhe." Elrah disse, "Sim, você conseguiu. Você compreendeu. Você trouxe a pérola de volta ." Christopher contestou, "Que pérola?" E Elrah replicou, "Havia uma pérola que você precisava trazer de volta da sua experiência. Você se lembra disto, Christopher?" Christopher disse, "Eu não sei bem do que você está falando, mas tenho que lhe dizer que também houve um tempo em que eu abri esta caixa e falei a minha verdade e as pessoas se tornaram temerosas. Elas tentaram encontrar meios de negar a minha verdade, ou humilhar-me, assim não teriam que ouvir a minha verdade." Elrah disse, "Sim. Este é o medo, o oposto do amor. Não é interessante que somente se tem medo do desconhecido? Uma vez que você preenche este vácuo com qualquer verdade, não é mais possível permanecer com medo. Você fez um excelente trabalho, Christopher, ao preencher este vazio com o conhecimento."Christopher replicou, "Oh, eu não estou tão certo de que foi o conhecimento certo. Eu não estou certo de que foi tudo o que eu poderia ter dado". E Elrah disse, "Não foi isto o que estava em seu coração no momento?" Ele disse, "Sim, mas com o passar dos anos, eu aprendi coisas diferentes do que sabia até então". "Isto não faz nenhuma diferença," Elrah disse, "Não é importante que você fale a verdade perfeita, mas apenas que seja a sua a verdade e que você esteja na integridade com o que fala. Estar na integridade com a sua verdade, é o único caminho pelo qual a sua verdade pode evoluir. E por ter feito isto, querido Christopher, você trouxe de volta a pérola".

"Ainda estou confuso, Elrah. Eu não compreendo bem o que você está falando, mas deixe-me falar-lhe desta outra experiência que eu tive. Em determinado ponto, eu me conscientizei de que tinha medo de abrir a caixa, pelo fato de que outras pessoas tinham as suas verdades, e elas pensavam que a minha verdade de algum modo influenciaria a delas". Elrah disse, "Sim. Parte da aprendizagem de se viver com a verdade real, é dar espaço para a verdade à sua volta, pois ninguém tem a verdade toda. Somente é possível para um ser entrar em contato com um pequena parte de Deus. Todos vocês juntos mantêm esse enorme projeto de Deus. É por isso que cada um entra com uma pequena parte na caixa, e tudo o que pedimos que façam é encontrá-la e compartilhá-la de boa vontade, não como a única verdade, mas como a que permanece lado a lado com muitas outras. Você trouxe de volta a pérola, Christopher. Nunca se esqueça disto".

Christopher disse, "Há uma outra coisa que aconteceu que é fascinante para mim. Quando abri a caixa pela primeira vez, houve muitas pessoas que ficaram tão envolvidas com a beleza da caixa, que não conseguiam ver a verdade real. Elas estavam tão envolvidas com as jóias, com a beleza da própria caixa e com o revestimento de veludo que elas não conseguiam compreender a real verdade". Elrah riu. "Sim, este é um atributo humano. Os humanos são tão maravilhosamente engraçados. Quando vêem a luz, ficam tão seduzidos por ela, que às vezes ficam cegos para o resto. Não foi uma bela experiência que você teve?" Christopher disse, "Sim, foi. Eu senti muita energia, como nunca senti antes, e a propósito Elrah, como o véu estava tão fino eu sabia que Earl era você!"

Christopher recostou-se em sua cadeira e olhou para o querido amigo Elrah e disse, "Então diga-me, Elrah, qual é esta pérola? Eu trouxe de volta a verdade que você queria que eu trouxesse? É a pérola da verdade com a qual você queria que eu retornasse ao Lar? Eu fiz o que você me pediu para fazer, ao abrir a caixa da verdade?" Elrah disse, "Querido Christopher, nunca foi sobre a verdade. A verdade real é somente uma percepção e é fugaz, na melhor das hipóteses. A pérola que você tão brilhantemente trouxe ao Lar, é a pérola da sabedoria que você ganhou ao buscar a sua verdade e ao compartilhar esta busca com os outros. A pérola da sabedoria só pode ser trazida de volta ao Lar quando a sua verdade é liberada da caixa e expressada. Não é a expressão da verdade que conta, mas a busca por ela, que traz a pérola ao lar. Não é o destino, mas é a jornada que é honrada. Esta é a pérola da sabedoria e isto é o que você trouxe ao Lar de forma tão bem-sucedida. Nós estamos muito orgulhosos de você, Christopher."

A razão pela qual lhes contamos esta história, queridos, é que enquanto vocês evoluem como humanos, muitos de vocês têm uma caixa da verdade e uma pérola da sabedoria aguardando para serem trazidas por vocês ao Lar novamente. Achem a sua caixa, encontrem a sua verdade e expressem-na na integridade. Não se preocupem se alguém a compreende. Não se preocupem se vocês não a compreendem, pois não estamos pedindo a vocês que estejam na verdade perfeita. Nós estamos apenas lhes pedindo que estejam na harmonia e na integridade com o que é a sua verdade. Lembrem-se de que vocês também têm um lugar onde a caixa da verdade está profundamente enterrada no seu interior.

Nós os deixamos com isto hoje, pois enquanto vocês se tornam humanos evoluídos, enquanto vocês se tornam capacitados seres de luz na Terra, a sua verdade não somente se torna importante para todos aqueles à sua volta, mas importante para a sabedoria e para as pérolas que vocês trarão de volta ao Lar.

É com a maior honra que lhes pedimos que se tratem com o maior respeito. Cuidem-se uns dos outros a cada oportunidade. Saibam que estão olhando nos olhos de Deus quando olham nos olhos um do outro. Ao treinarem para abrir esta caixa, brinquem com ela, e joguem juntos.

Espavo

O Grupo

Lightworker é uma corporação sem fins lucrativos, dedicada a difundir a Luz através da Capacitação.    

Nota de Direitos Autorais
Direitos Autorais 2000 - 2007 Lightworker.  www.Lightworker.com  Esta informação pode circular e ser livremente disseminada, no todo ou em parte. O usuário concorda com que esta nota de direitos autorais seja incluída com o material editado. E concorda com que todos os direitos, incluindo os direitos autorais do material traduzido, permaneçam em propriedade do Lightworker. Se você traduzir este material nós nos reservamos o direito de compartilhar esta tradução com os créditos para você como o tradutor, no site do Lightworker para deixar disponível a todos. Mais informação sobre o Grupo pode ser encontrada em: http://lightworker.com/   - Agradecemos por ajudar a espalhar esta Luz!
Gostou! Indique para seus amigos.

|Topo da Página| - |Voltar Menu O Grupo| - |Voltar Home|