RESPOSTAS – Parte 8
O Conselho por Ronald Head
11 de outubro de 2018
 
luz de gaia
  Caro Conselho, suponho que minha pergunta seja de natureza bastante simples. Porém, para alguns, ela pode ser um verdadeiro desafio. Eu me pergunto; "Por que tantas pessoas se sentem tão inseguras sobre certos aspectos de si mesmas? Isto, por sua vez, pode variar de pequenas ou grandes características corpóreas a algo mais intangível, não diferente de uma ausência total de Amor próprio, aparentemente sem motivo. ”Está sempre relacionado a vidas anteriores ou karma, ou poderia haver algum outro motivo, talvez mais profundo? Ou outra razão? Se esta for uma pergunta já feita, por favor, saiba que estou profundamente arrependido.

Por favor, querido, nunca se desculpe por ter curiosidade sobre esses assuntos. Respondemos a essas mesmas perguntas, usando palavras diferentes, metáforas diferentes, abordagens diferentes, o tempo todo. O que chega até uma pessoa, pode não alcançar outra. E há sempre aqueles que chegam para serem ensinados, que são, nesta vida, novos nestes assuntos. Além disso, aquele que está lendo ou ouvindo algo uma segunda ou terceira vez, já não é o mesmo que era quando o ensinamento foi ouvido pela primeira vez. Se alguém mantiver isso em mente e, permanecer aberto, sempre haverá mais a ganhar. Em um de seus sistemas espirituais há muito tempo em seu planeta, foi ensinado: "Bem-aventurado aquele que faz uma pergunta". Isso acontece porque essa pessoa acabou de provocar um ensinamento necessário, e causou a aprendizagem sagrada.

Agora, sua pergunta é muito profunda, pois a resposta pode ter muitas respostas diferentes em um nível, mas uma resposta verdadeira no núcleo. É uma que, como já dissemos, nos aproximamos muitas vezes.

A falta de auto-estima pode ser desencadeada por um evento ou eventos do início da vida atual. Mesmo se este for o caso, será quase sempre a ativação de sentimentos e reações levadas adiante de outras vidas. E até mesmo, isso tem, em essência, uma crença muito profunda, bem como os sentimentos que a acompanham. É, na verdade, a causa básica da maior parte da miséria, do medo, do sofrimento e do tratamento não saudável de si mesmo e dos outros em seu mundo. É o efeito final da maior mentira que você aprendeu durante milhares de anos a acreditar.

Vamos responder primeiro aos problemas da "superfície". Você foi cuidadosamente treinando e ensinado a se comparar com os outros. Ele é mais forte. Ela é mais bonita. Eles são mais espertos. Isso nunca acaba. Essa voz interior em sua cabeça nunca vai calar a boca. Acha que está no controle. Acha que sabe melhor. Ele tem seu caminho há muito tempo. Mas aqui está a verdade. É um mentiroso. Tudo o que acredita é baseado em uma falsa premissa que explicaremos a seguir. O único com quem você precisa se comparar, é com quem você tem sido. Todo o resto é contraproducente.

A individualidade é muito útil, até certo ponto. Permite à humanidade experimentar bilhões de momentos diferentes, ou aspectos de cada momento, simultaneamente. Se vocês fossem todos uma consciência, em vez de bilhões de consciências diferentes, isso seria incrível.

Aqui é onde a mentira foi introduzida e fomentada. Você é uma consciência. Você tem a capacidade de experimentar a separação, mas esse estado não é real. Você é Um com todos.

Agora o problema. Você também tem a capacidade de experimentar a separatividade do TODO, do Criador, de Deus, de como você quiser chamá-lo. Até mesmo o seu próprio intelecto pode entender que, se a VOCÊ É Tudo O Que É, você não pode estar separado dele, nem nada nem ninguém. Mas a você foi ensinado. A você foi ensinado desta impossibilidade. Você aprendeu a ter vergonha. Você foi ensinado a ter culpa. E porque você passou a acreditar nessas coisas, você sofre de falta de autovalor, de depressão, de ansiedade. Você até acredita, alguns de vocês, acreditam que uma unidade que inclui você é um pecado.

Agora podemos e lhes dizemos com frequência que vocês são seres Divinos e perfeitos. Você pode até aceitar isso intelectualmente. Mas a compreensão mental simplesmente não "pega", como você diz. Você deve olhar para dentro, muito além do seu intelecto. Encontre o lugar onde você SENTE a verdade e as mentiras. Encontre o lugar onde o pensamento de sua unidade provoca um calor interior, um lugar que já você conhece.

Mesmo se você fizer isso, será apenas um começo. Afinal, você tem vidas para superar. Mas aprender a viver a partir daquele lugar, sim, pode ser feito. De fato, diremos que, uma vez que você saiba a verdade, você não pode desconhecer isso.

E isso será um processo. E você saberá! E então você não saberá. E então você saberá novamente, talvez por mais tempo. E então você não vai mais saber. Entenda assim. Não será algo que você já não saiba, mas algo que você tende a voltar para um conhecimento cada vez menor. Eventualmente, toda a mentira será conhecida e liberada.

Você se importaria com uma boa notícia? Por que esta pergunta surge? Surge agora porque você, vocês, o coletivo, estão prestes a se lembrar. Então, quando dizemos a vocês, o coletivo, será bom que vocês se incluam nele. Nós lhes dissemos várias vezes que o seu mundo e vocês estão mudando. Mais e mais de vocês estão experimentando isso. É maciço. É maravilhoso. Faça uma intenção de fazer parte dele!

O Conselho
 
 
-.....---==I__.=|..|=.__I==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Copyright © Ronald Head. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link:
http://ronahead.com/
Facebook: https://www.facebook.com/OraclesAndHealers


Tradução: Adriano Pereira <blogluzevida@gmail.com>
http://blogluzevida.blogspot.com/2018/11/o-conselho-respostas-parte-7_27.html
 
 
 
Gostou! Compartilhe com os Seus Amigos.
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu A Miguel Ron HeadII - IIVoltar HomeII