A QUESTÃO DO PROPÓSITO
Mensagem do Conselho por Ronald Head
31 de janeiro de 2019
 
luz de gaia
  Nós achamos que, mais uma vez, devemos abordar a questão do propósito.

Mais e mais vocês perguntam a este conselho, e a muitos outros canais, “Como posso encontrar meu propósito?” “Qual é o meu propósito, ou o nosso?” “O que eu deveria estar fazendo?”

Nós temos, na lista de perguntas que nos foram feitas, mais de uma dúzia perguntam isso de uma forma ou de outra. Vamos abordar isso agora, mais uma vez, e talvez vocês entendam que o problema está em suas ideias preconcebidas sobre o que um propósito aceitável poderia ser.

Há uma mãe lendo isso, que está exausta de cuidar de três crianças. Ela está fazendo um trabalho muito pouco apreciado, e está fazendo muito bem. Ela as mantém alimentadas, vestidas, abrigadas, medicadas e divertidas. E ela faz isso com menos recursos do que ela gostaria de ter. Ela parou de querer muito para si mesma há alguns anos atrás.

Em momentos de silêncio ela lamenta não ter tempo para se dedicar a encontrar seu verdadeiro propósito na vida.

Em graus variados, essa é uma excelente ilustração de todos aqueles que "não conseguem encontrar" seu propósito. Nós lhe perguntamos então, aquela mãe sabe que ela não está cuidando de um notável líder mundial? Ela sabe que uma dessas crianças pode se tornar uma pesquisadora que desenvolverá uma cura para várias doenças mortais? E se a neta de uma dessas crianças pudesse se tornar uma professora excepcional?

Vocês têm "vendido uma lista enorme de mercadorias" sobre o que é importante em seu mundo e o que não é.

E então vocês também compraram a ideia de que vocês ... podem "não ser suficientes".

Em seu mundo, como atualmente existe, pode-se pensar que uma pessoa vale muito se puder jogar bem, ou ficar bem na frente de uma câmera, ou ler palavras com uma voz agradável. Eles podem receber salários muito altos e morar em casas caras, etc. Professores, curandeiros, fazendeiros, etc., que vivem suas vidas beneficiando os que os rodeiam, devem pedir pouco ou mesmo nada pelo que fazem.

O que isso diz sobre o valor que é colocado na vida comum, mas bem vivida? Como isso pode estar afetando suas ideias sobre qual deveria ser o seu objetivo?

Tudo o que acabamos de discutir é o resultado das coisas que vocês aprenderam, ou que aprenderam através da observação em suas vidas.

Tudo foi determinado pelos outros e aceito por vocês. Alguma vez vocês já se perguntaram o que é que querem fazer em suas vidas?

Essa é uma ideia muito egoísta?

Vocês estão vivendo em julgamento de si mesmos, comparando-se com as ideias aceitas dos outros, alguns dos quais já estão mortos há muito tempo. Vocês veem?

Deixe-nos dizer qual é o seu propósito.

De sua perspectiva, quando vocês veem alguém que é altamente visível em sua sociedade, ou mesmo alguém que está em uma profissão que você respeita, ou alguém que dedicou sua vida pública para beneficiar a sociedade, vocês acham que ele ou ela está seguindo seu propósito, seu propósito, na vida. E pode ser que o que eles estão fazendo seja uma intenção feita antes da encarnação.

No entanto, a ocupação em si não é um indicador disso. O propósito de todos seres humanos em seu planeta é, e sempre foi, elevar e expandir a consciência de si mesmos como indivíduos e do coletivo da humanidade. O Eu Superior, ou Eu Divino, e os guias e mestres do indivíduo, têm o propósito durante essa vida de trazer ao indivíduo tudo o que for mais necessário para cumprir esse propósito abrangente.

Se o crescimento e a expansão da consciência forem melhor atendidos pela experiência de ser agricultor, então um fazendeiro ele deve ser.

Mas a vida nunca é aprender apenas uma lição. E, na maioria das vezes, a vida não é simplesmente aprender. É até possível ter uma vida que seja basicamente um período de descanso, uma recompensa.

Mas a recompensa ou punição, não é imposta a ninguém, porque alguns estão envoltos em julgamento e, em algum momento, tomaram essa decisão. Tudo que é mais necessário foi decidido pela própria alma depois de muito aconselhamento.

Agora vocês estão tentando lidar com essa ideia e, provavelmente, não estão conseguindo. Vocês não estão equipados com a habilidade, a informação, nem com o ponto de vista, de um ser que já viveu incontáveis ​​vidas, e que tem toda essa experiência para chegar a esse entendimento. No entanto, vocês são apenas aquilo que está em sua verdadeira essência.

E eternamente vocês perguntam "Por quê?"

E nós eternamente respondemos: "Porque é isso que vocês escolheram."

Está chegando o tempo em que sua evolução permitirá que tal conhecimento seja seu. Você, vocês, a humanidade, decidiu que assim será, e assim será.

Enquanto isso, vocês seriam mais bem servidos confiando em sua alma para trazer exatamente o que precisam, exatamente quando precisarem.

Poucos de vocês aprenderam isso. E isso também está bem. Tudo está bem. Vocês também vão ver isso.

Agora, se nós nos explicamos bem o suficiente, vocês podem começar a ver que o seu "propósito" é o que está à sua frente para fazer neste exato dia, neste exato momento.

Como tudo mais em suas vidas, tudo são coisas sempre em mudança e evolução.

O eletricista de hoje tinha certeza de que queria ser um caubói quando era mais jovem. Então ele estudou para ser um artista. Ele quase conseguiu.

O Conselho
 
 
-.....---==I__.=|..|=.__I==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Copyright © Ronald Head. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link:
http://ronahead.com/
Facebook: https://www.facebook.com/OraclesAndHealers

Traduzido por Adriano Pereira
BlogLuzeVida@gmail.com

 
 
 
Gostou! Compartilhe com os Seus Amigos.
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu A Miguel Ron HeadII - IIVoltar HomeII