VIVENDO DENTRO DE SUAS PAIXÕES
Mensagem de Miguel/Yeshua Canalizado por Robert Theiss
Publicado em 24 de outubro de 2009
 

Saudações!

Enquanto harmonizamos a nossa presença com a do nosso sócio, nós convidamos cada um de vocês a receber este momento como outra oportunidade para experienciar como é quando vocês permitem que a vida lhes sirva. A vida ama se servir. Se vocês estão dispostos a reivindicar isto como sendo a sua verdade, a sua vida estará exposta por uma alegria e paixão recém encontrada. Tudo o que o seu coração deseja não é um conto de fadas. É um relacionamento novo, dinâmico com a vida, que é iniciado através da escolha.

Irradiando dos corações e mentes da família humana, está um consistente coro - por que estamos aqui? Por que esquecemos quem somos? Se for verdade que nos voluntariamos a estarmos aqui, por que escolheríamos uma experiência tão desafiadora?

Vamos retornar no tempo para refletirmos sobre estas importantes questões. Nós lhes lembramos que a maior parte da sua existência foi passada nas estrelas como um ser não físico. O que os inspiraria a deixar uma realidade que na maior parte os mantêm conectados as suas raízes angélicas?

Sua alma se lembra de um tempo há muito passado quando vocês residiam em um lugar grandioso e belo que chamamos de reino. Uma realidade que agregava a consciência da unidade. No reino vocês nunca se experienciaram como estando separados da vida. Vocês não tinham idéia do que era o medo. Ele era completamente desconhecido para vocês. Cada momento era outra oportunidade para se expor ao amor incondicional, irradiado dos aspectos do pai e da mãe da criação. Vocês ficavam surpresos e profundamente honrados quando eles se voltavam para os seus filhos e ofereciam as mesmas habilidade que eles incorporavam com a liberdade de usá-las de qualquer modo que vocês desejassem. Eles os convidavam para se tornarem criadores independentes que agregavam um amor incondicional pela vida.

Vejam, os aspectos do Pai/Mãe descobriram que o seu amor pela vida não poderia ser contido, até dentro deste ambiente sereno e bem-aventurado, chamado de reino. Sua compreensão do amor e a sua alegria por compartilharem o seu amor, inspirou-os a libertar as suas criações, sem condições. Eles perguntaram a cada uma de suas almas, se vocês estariam dispostos a se tornarem os novos exploradores da vida, fora dos domínios do Reino. Eles ofereceram compartilhar todas as suas habilidades criativas com cada um de vocês, um aspecto de si mesmos que chamamos de sua natureza divina. Vocês se tornariam independentes, criadores soberanos, entretanto, interligados à fonte de vida. Foi-lhes oferecida completa liberdade para que usassem estas ilimitadas e criativas habilidades de qualquer modo que desejassem. Doar um amor pela vida que não poderia ser contido.

Agora, há muitas histórias sobre as origens da vida. Nossas palavras não podem fazer justiça à experiência multidimensional que vocês encontraram quando deixaram o Reino. Desde este momento, cada um de vocês se lembra do reino com uma profunda saudade de retornar ao "lar", ao ambiente bem-aventurado e extático que os apoiavam. Vocês passaram eons de tempo se esforçando para se reconciliarem com esta nova liberdade, de se ajustarem, como um artista, as suas habilidades criativas. Cada um de vocês é um exemplo vivo da energia da fonte com a habilidade de criar vida. Os aspectos Pai/Mãe da Criação não passam um momento se sentindo preocupados com as suas escolhas. Não houve nenhum documento com detalhes do acordo em sua oferta, vocês têm completa liberdade para criar a vida como a escolherem para si mesmos.

Vocês são alguns dos primeiros artistas cósmicos. Verdadeiros criadores! Como todos os artistas, requer tempo para desenvolverem as suas habilidades e compreenderem as suas preferências. Muitas de suas criações anteriores que vocês julgavam como imperfeitas, mas ao contrário de um artista humano, vocês não poderiam simplesmente destruir a sua obra e recomeçar. Suas criações ou formas de vida continuaram a viver a sua vida, como elas são. Pela primeira vez, vocês experienciaram se sentindo responsáveis pelas suas próprias criações. Vocês julgaram as suas criações com a falta de autoconsciência que lhes concederia o tipo de liberdade que vocês apreciavam.

Vivendo Dentro de Suas Criações

Um co-criador que começa a suspeitar de suas habilidades criativas não está em uma posição agradável. Alguns de vocês começaram a sentir que a liberdade que vocês agora incorporavam era mais um fardo do que um presente. Sua reação a sua nova natureza independente e o seu auto-julgamento sobre as suas habilidades criativas iniciaram alguns novos sentimentos. Vocês experienciaram a culpa, o ressentimento e a dúvida em relação a si mesmos pela primeira vez. Muitos de vocês, enquanto viviam nas estrelas estavam determinados a resolver este crescente conflito interior. Juntos, vocês começaram a descer a sua consciência às realidades que lhes deram um reflexo mais tangível de seu próprio ambiente interno. O reflexo mais tangível está aqui na Terra. Este planeta proporciona a oportunidade para a sua alma se experienciar dentro de suas próprias criações. É necessário um artista verdadeiramente magnífico e corajoso para querer reconhecer e validar como a sua realidade interior está configurando a sua experiência externa. O desejo de se tornar responsável por suas próprias habilidades criativas.

Agora, se este experimento fosse fácil, toda a criação teria se registrado. A história da espécie humana dá evidência gráfica de que a Terra é um lugar verdadeiramente para mestres. Agora, nós sabemos que a história da humanidade é freqüentemente deixada em completa desordem, sugerindo que ela é mais como uma colônia penal para pessoas desajustadas. Nós compartilhamos freqüentemente quanto apreciamos beijar os seus pés. Nós fazemos isto ao reconhecermos o criador dentro de vocês. Quando nós proclamamos que a sua vida na Terra serve a toda a vida, nós queremos que vocês sintam o nosso amor pelos artistas divinos que estão aprendendo a libertar as suas criações. Vocês aprendem isto como um ser humano em todos os papéis que vocês representam em seus relacionamentos pessoais. A mãe ou o pai que libertam os seus filhos, confiando que a vida os apoiará. O empregador que oferece completa liberdade aos seus empregados para explorarem as suas habilidades criativas, confiando que isto acrescentará ao bem estar da companhia. O cidadão que liberta o seu governo, assumindo a responsabilidade pela sua própria vida. O professor espiritual que liberta os seus estudantes, confiando na natureza divina dentro de todas as almas.

Você, amado ser humano, está aqui na Terra neste momento para reivindicar a sua natureza divina. Você está aprendendo a confiar em suas habilidades inerentes e criativas e em seus impulsos, enquanto descobre uma nova alegria pela vida quando deixa de se sentir responsável pelas suas criações! Um criador responsável liberta as suas criações!

Em seus afazeres humanos, vocês desenvolveram estes problemas galácticos em todos os seus relacionamentos. Quando vocês se sentem responsáveis pelas vidas de outros, vocês estão dispostos a processar para eles o que vocês acreditam que eles são incapazes de fazer por si mesmos. Vocês processam energeticamente os problemas insolúveis de seus filhos para libertá-los de sua dor. Vocês fazem o mesmo com os seus companheiros, maridos e esposas, amigos e cooperadores. Vocês se tornaram tão especialistas em processar energias que vocês acreditam que podem processar os problemas insolúveis para todas as comunidades, países e este planeta. Este relacionamento adiou muitas mudanças naturais que Gaia precisa experienciar a fim de se mover e mudar o seu próprio relacionamento energético com a vida.

Agora, nós compreendemos por que alguns de vocês escolheriam processar estes problemas de geração. Vocês compartilham este planeta com toda a humanidade e preferem um meio que não esteja estremecendo e se agitando. É somente quando o seu corpo começa a sucumbir que vocês também começam a questionar a sabedoria por trás de suas intenções. Afetados pela falta de reconhecimento por este tipo de trabalho sacrificante que vocês realizam para outros, vocês começam a honrar o seu propósito de estarem na Terra - resolver o seu relacionamento com as suas habilidades criativas.

Eu Amo a Minha Vida

Como os aspectos Pai/Mãe da criação, a fonte da vida ou Deus/Deusa/Tudo O Que É se sentem? Nós diríamos que isto começa com uma simples verdade. Na essência de sua existência, todos os aspectos de suas origens proclamam alegremente, momento a momento - Eu amo a minha Vida!Eu Sou O Que Eu Sou e eu amo a minha Vida! Nós somos O Que Somos e Nós amamos a Vida! Deus É e Deus ama toda a vida! É uma profunda verdade e nós convidamos cada um de vocês como seres humanos a proclamar abertamente esta verdade, SENTINDO a energia por trás destas simples palavras. EU AMO A MINHA VIDA! Pratiquem dizendo isto até que comecem a sentir que é real. Comecem a respirar a energia de amar a sua vida a cada respiração que tomarem.

Novamente, vocês escolhem estar aqui para viverem dentro de suas criações, de suas habilidades criativas. Vocês não estão sendo punidos, embora de fora pareceria que vocês estão se punindo. Muitos ficam perdidos nesta experiência, esperando que a sua vida comece a parecer melhor antes que eles estejam dispostos a proclamar o seu amor pela vida. Nós os convidamos a começarem a praticar dizendo esta simples verdade para si mesmos, não importa o que estejam experienciando em sua vida. Tiveram um dia desagradável? EU AMO A MINHA VIDA! Sua conta bancária não tem dinheiro nela? EU AMO A MINHA VIDA!

Vamos aplicar esta verdade a sua vida de uma maneira prática. Devotem 30 minutos para escolher se tornar um observador consciente de como a energia desta afirmação sobre si mesmo pode mudar a sua vida. Comecem repetindo: "Eu amo a minha vida" e continuem a repetir isto até que percebam ou sintam uma nova alegria. Comecem a inspirar esta alegria a cada respiração e reivindiquem esta experiência como válida. Valorizem-na como vocês valorizam a sua bolsa ou carteira. Agora notem durante os próximos 30 minutos como a sua mente e as vozes de seu passado tentarão distrair a sua atenção. Vocês poderiam se perceber entrando lentamente em um transe ao afirmar que vocês se esqueceram como é bom quando vocês amam a sua vida. Vocês poderiam ouvir pensamentos que os encorajem a focar a sua atenção em desejos e objetivos não realizados. Observem este turbilhão interno de atividades e notem que a cada vez que vocês reivindicam o amor pela sua vida, a energia muda. Ela os traz novamente a este momento, liberta-os de suas condições passadas e abre para novas aventuras. Após 30 minutos, não há necessidade de parar, por favor, continuem.

A humanidade usa o termo iluminação para descrever uma profunda e consciente conexão com a energia da fonte. Amar-se desta maneira é um exercício potente para restabelecer esta conexão para si mesmos. A iluminação é a sua disposição para amar a sua vida neste momento, como você é. Esta aceitação desperta o seu relacionamento com a sua natureza divina e com o decorrer do tempo, vocês se tornarão um aspecto soberano, independente da fonte; Deus/Deusa/Tudo O Que É!

A vida na Terra é uma cortina de fundo para vocês resolverem o seu dilema galáctico. Reconhecer a alegria ao declarar que vocês amam a sua vida, não importa onde vocês estejam em sua vida, servirá para romper os padrões dualísticos do pensamento que os impedem de reivindicarem esta liberdade. A liberdade de experienciar a vida do modo que o seu coração deseja. A liberdade de experienciar a consciência da unidade. O medo não existia nesta realidade. A consciência da unidade fora do reino se refere a se reconciliar com opostos completos. Como um ser humano condicionado dança com a natureza ilimitada da alma? Pareceria de fora que tal dança é impossível. Toda e cada vez que a sua natureza humana permite que a sua divindade co-exista em sua vida, vocês modelam a consciência da unidade fora do reino. Vocês oferecem uma solução para um dilema polarizado, galáctico que separa o amor do medo, a luz da escuridão, e o certo do errado. Tudo porque vocês permitiram que a presença divina da vida viesse a vocês!

Eu Amo Compartilhar as Minhas Criações

Declarar que vocês amam a sua vida cria uma base que agora apóia a expressão deste amor. Sua natureza divina se ama e a todas as suas criações incondicionalmente. Ela inclui uma compreensão que sabe que o amor não pode ser contido! Ele não poderia ser contido no ambiente do reino ou em qualquer outro lugar, em toda a existência. Como um criador, vocês honram o amor toda e a cada vez que vocês compartilham as suas criações. Como um ser humano, esta simples verdade servirá para libertar os seus problemas de abundância.

Agora, nós já antecipamos a sua próxima pergunta - como? Vamos imaginar que muitos de vocês têm um produto ou serviço que vocês se sentem inspirados a compartilhar com o mundo. Como um amante da vida, vocês começam a sentir um novo relacionamento com o seu produto ou serviço. Vocês começam a praticar a respiração consciente. Vocês começam a sentir a presença da alegria preencher a sua vida e inundar o seu produto ou serviço. A cada inalação vocês estão literalmente inspirando vida em seu corpo e a cada exalação vocês estão compartilhando a mesma força de vida com as suas próprias criações. Seu produto ou serviço está agora infundido com a mesma vida que apóia o seu corpo e começa a desenvolver uma vida independente.

Sua vida é agora abençoada pela sua disposição em confiar em suas habilidades criativas, mas o seu produto ou serviço não pode ser contido. Como os aspectos Mãe/Pai da criação, ao honrarem a natureza do amor, vocês os libertam, compartilhando-os com o seu mundo. O produto ou serviço é realmente a sua criação, mas o seu serviço é amar. Eles são simplesmente o veículo para o amor ser compartilhado. Reservem um momento para "sentirem" o valor desta afirmação.

A alegria que vocês experienciam ao amarem a sua vida, abre a sua imaginação para infinitas possibilidades de como servir ou compartilhar a sua nova criação. Vocês têm uma escolha muito importante a fazer quando for o momento para compartilhar as suas criações. A sua natureza humana condicionada, a sua velha história, tentará controlar como vocês compartilham, distribuem e comercializam as suas criações? Se assim for, estejam preparados para trabalhar muito arduamente e receberem muito pouco. Vocês também podem escolher agir em qualquer uma das possibilidades infinitas, reconhecerem a resistência que sentem das vozes do seu passado e continuarem a agir enquanto vocês proclamam - EU AMO A MINHA VIDA!

Suas zonas de conforto serão desafiadas quando vocês fizerem uma escolha para servirem à natureza do amor. Servir ao amor, convidará toda a vida a servi-los também e será preciso que vocês digam: SIM! Até quando os seus joelhos estiverem fracos e a sua cabeça estiver girando com medo, pratiquem proclamar - 'EU AMO A VIDA!". Vocês se perceberão dizendo sim a várias oportunidades que exponham as suas criações. Se tiver a ver com VOCÊS, busquem o reconhecimento e a aprovação de fora, suas criações tornar-se-ão polarizadas - mantidas no lugar pelos seus próprios medos e limitações. Nós queremos que vocês compreendam este ponto. Quando vocês se abrirem verdadeiramente para sentir um amor autêntico pela sua vida, a vida responderá. Vocês receberão oportunidades que desafiarão como a sua natureza humana condicionada tentará conter as suas habilidades criativas e as suas expressões.

Eu Amo Receber uma Abundância de Apreciação

Uma base espiritual que comece com o amor próprio, naturalmente se estende em compartilhar o seu amor pela vida e é saudada por uma disposição para receber amor. Sua natureza divina não evita ser reconhecida, ela compreende alegremente todos os reflexos de sua natureza criativa.

Muitos de vocês que estiveram em sua própria jornada espiritual por algum tempo, desenvolveram uma consciência da natureza do seu ego e sabem como é quando a natureza da sua alma está em jogo. Nós honramos o seu senso de integridade quando se refere a não querer deturpar a natureza autêntica de sua alma. Vocês temem que o seu próprio ego use as suas criações para receber de outros o que ele não tem dentro de si mesmo - amor. Estar recebendo no final da vida, é uma parte natural do seu processo de criação. Observem como vocês usam a timidez para filtrar este tipo de reconhecimento, que tende a fazer exatamente o que vocês temem: trazer a sua personalidade/ego em primeiro plano.

Vocês podem praticar estar na curadoria de inúmeros modos. Nós mencionamos em nosso livro (Passeando em um Garanhão), como receber alguma forma de trabalho corporal ou massagem em uma base regular, poderá ajudá-los a ficarem à vontade em permitir que a vida os apóie. Isto também é amor próprio. Ele despertará a sua conexão com a sua natureza divina e liberará as suas dúvidas em relação as suas habilidades criativas. Da próxima vez que alguém queira elogiar o seu trabalho, notem como a sua energia retrocede, recua para proteger o que? Talvez vocês estejam sentindo o seu próprio julgamento sobre a imperfeição de suas próprias criações para evitarem a rejeição potencial. Aqueles que deixaram de tentar se tornar perfeitos são muito sábios realmente!

O ano de 2008 se referiu a criar novos potenciais. Permitir-se a imaginar novas oportunidades, vivendo fora de sua história. O amor próprio é uma história que espera ser vivida.

2009 convida cada um de vocês a agir nestes novos potenciais agora como um amante da vida. Chegará um momento em que será a sua vez de deixar este planeta. A única coisa que vocês levam com vocês, são as suas experiências. Se tentarem se agarrar as suas criações ou aos seus relacionamentos, vocês perceberão esta transição um pouco difícil. A vida os convida a criar aquilo que o seu coração deseja e o deixe livre. Muitos de vocês estão apenas começando a experienciar esta liberdade recém encontrada e a reconhecerem esta existência como sendo a sua última. Todos vocês atraíram milhões de almas para visitarem agora a Terra pela primeira vez. Não porque elas apreciem a dor. Vocês estão demonstrando como os opostos polarizados podem co-existir. Sua natureza humana condicionada está começando a dançar com a sua natureza divina incondicional. Sua natureza galáctica condicionada está começando a dançar com a sua natureza divina. Sua vida na Terra é um trabalho de arte para todos testemunharem, um exemplo vivo de como resolver os conflitos internos de um co-criador consciente. Nós, a Família de Miguel, nos curvamos diante dos novos artistas divinos que deixarão esta Terra, olharão para as estrelas e como um espaço em branco começarão a criar vida, libertos dos seus auto-julgamentos

Muitas almas se sentirão agora inspiradas a experienciar a sua vida na Terra pela primeira vez porque vocês estavam desejando viver fora a sua história. A história da criação é certamente profunda, mas é apenas uma história. De certo modo, ela parece estar se repetindo. Novamente, vocês estão deixando o lar, a Terra com um precioso presente em suas mãos. De sua experiência aqui na Terra, vocês desenvolveram uma profunda sabedoria. Cada um de vocês carrega o presente da vida e dentro deste universo vocês vieram compreender, partilhar e receber os reflexos de seu presente à vida. A vida agora os serve, porque vocês estavam desejando servir ao amor, amando-os!

Todas as nossas bênçãos!

Miguel/Yeshua


Tradução: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br

A informação acima é gratuita e está disponível para impressão, cópia e distribuição. Seus Direitos Autorais, entretanto, proíbem a venda sob qualquer forma, exceto pelo editor.
 

Gostou! Indique para seus amigos.

|Topo da Página| - |Voltar Menu A. Miguel/Robert| - |Voltar Home|