ATUALIZAÇÃO DA ASCENSÃO
ACOLHENDO NOSSOS MICRO-CICLOS DE ASCENSÃO E DESCENSÃO.
Por Natalia Alba
10 de fevereiro de 2016
  luz de gaia  
 
  Vivemos em uma constante dança de acolher e liberar tudo, porque é por esvaziar-nos, a cada momento, do que parecia ser nosso anteriormente, que permitimos que o Novo entre. Neste mês, é importante que, visto que o portal aberto pela Lua Nova em Aquário nos alinha com esse influxo puro e abundante, vamos continuar com a série de eclipses que estão chegando. É realmente um tempo para criar, mas é também um momento para nos libertar dos velhos apegos, e não podemos fazer isso se primeiro não tomarmos tempo para incorporar plenamente todas as revelações internas e a clareza que nos farão discernir o que é que deve ser descartado do nosso caminho atual.

Como Almas em ascensão, estamos constantemente optando entre diferentes realidades, decidindo qual será a mais vantajosa para o nosso verdadeiro caminho e para o Todo, e portanto, fazendo o que é necessário para ancorar todas as nossas visões internas no plano físico. E por isso é importante não apenas concentrar-nos no externo e em nossa tendência humana de simplesmente criar coisas no plano físico, mas também interiorizar-nos para imaginar os próximos passos de nossa jornada, a partir de um lugar mais elevado de sabedoria e amor ao Todo.

A mensagem culminante, de liberar o velho, e finalmente atravessar para o outro lada da ponte, dando boas vindas a um novo modo de vida, será reforçada durante todo este ano novo por diferentes fontes. Mas, como a verdade é apenas Uma, todas elas nos levarão à mesma mensagem – dissolução dos velhos modos de ser e de viver, que estavam apenas nos fazendo repetir os mesmos velhos padrões, começar novamente. Esta mensagem é também confirmada pelo Ano Novo Chinês, do Macaco, assim como pela frequência do 9 que este ano sustenta. Lembrem-se, mesmo que nós, como humanos, tendamos a criar diferentes datas para o ano novo começar, cada momento é novo e possui possibilidades infinitas e milagres, e no fim, a verdade é que há apenas este momento do Agora para ser acolhido e vivido.

Como criadores mágicos que somos, vemos além dos véus humanos e sabemos que, quando nos identificamos com um determinado arquétipo ou rótulo, nos limitamos, perdendo a nossa liberdade e permitindo que forças externas controlem quem nós somos ou o que fazemos, à medida que optamos por nos escravizar com papéis fixos e antigas maneiras de fazer as coisas que impedem o nosso ser de estar em seu estado natural de fluxo e receptividade. É por isso que neste momento, é fundamental que vocês se perguntem, se ao mesmo tempo em que estão focando a sua intenção em criar algo novo, vocês também estão liberando todas as antigas versões de si mesmos, que os identificam com um determinado aspecto de quem vocês costumavam ser – lembrem-se de que vocês são novos, puros e mais sábios neste momento – ou se vocês estão ainda optando por permanecerem apegados ao que não é real, e portanto, impedindo-se de criar a realidade que está se desenvolvendo em seu interior, mas que ainda não se reflete no plano físico, devido ao fato de que vocês ainda estão sustentando o velho.

Toda vez que concentrarem a sua atenção em antigos sentimentos ou pensamentos, vocês estão ativando essa mesma velha frequência e recriando os mesmos velhos resultados, que não são mais Um com quem vocês são agora, e isso é o que os impede de viver no momento e acolher as essências mais elevadas da sua alma. Não é possível estar plenamente ancorados no novo, enquanto vocês ainda estão tentando manter os remanescentes da sua antiga realidade. Não se trata nem mesmo de tentar, não se trata de perseguir velhos sonhos que não são destinados a ser, apenas porque o seu ser humano resiste a se livrar do antigo. Trata-se de liberar, esvaziar-se e ancorar essa nova frequência sem olhar para trás, vocês não têm que tentar, vocês apenas têm que fazê-lo com uma intenção pura e com o conhecimento interior de que o Divino está orientando cada passo que derem em seu singular e precioso caminho.

Todos nós desejamos criar e manifestar no plano físico, e isso é perfeitamente compreensível, visto que vimos aqui para dominar a arte de conscientemente cocriar neste plano denso, bem como continuar nos expandindo em sabedoria, que outros reinos da Criação da existência nos oferecem. Mas, às vezes, o que é importante não é exatamente o que desejamos manifestar, mas tomar tempo para integrar todo esse conhecimento cósmico, que estamos nos lembrando agora, e de que forma podemos nos direcionar para ajudar o Todo, antes que possamos continuar dando luz às novas criações.

O mais importante não é apenas estar constantemente manifestando novos começos e as coisas materiais que desejamos, pois apesar de nossa ilusão humana de uma realidade permanente, somos sempre novos a cada momento, e as nossas criações, mesmo que semelhantes à nossa percepção humana, nunca são iguais. O que realmente faz a diferença em nossa experiência e ser únicos, é como mudar a partir de dentro, enquanto continuamos a incorporar as essências mais elevadas de nosso Self Verdadeiro e os aspectos da Verdade. Isso é o que faz a mudança externa, isso é o que torna tudo novo, não as forças externas, não os outros, não as nossas visões, mas a Essência interior de quem somos, que cria mundos, e é aí que também devemos concentrar a nossa atenção, antes de nos tornarmos ávidos em trazer os nossos desejos ao plano físico.

Durante este mês, somos convidados a perceber que a vida é uma dança constante entre ascensão e descensão, visto que estamos sempre nos movimentando de dentro para fora, para apenas começar essa eterna oscilação de opostos novamente, e é o nosso trabalho interno baixar a nossa essência superior para o nosso veículo físico, para que o nosso eu humano possa ser iluminado por ela, e não o contrário. Ambos são necessários e iguais, já que não existe separação entre o que consideramos material e o que é etéreo, mas o que tendemos a criar.

A unificação de ambos é o que vamos dominar durante este mês de fevereiro, e conforme entramos no mês de março, deixamos de manifestar e ancorar nossas visões anímicas no plano físico, para viajar entre os mundos, a fim de relembrar a nossa união com a nossa essência cósmica. Como sempre, o Universo tem um tempo perfeito para Tudo, e se aprendermos como dançar em seus macro-ritmos, ao mesmo tempo em que também fluímos com os micros, dominaremos a arte de cocriar conscientemente, no plano físico, como nunca criamos por conta própria. Todos nós manifestamos em cooperação com Todos os seres/formas de consciência na Criação. Até agora, fomos solicitados a equilibrar nossos dois lados, e ao mesmo tempo que desfrutamos o prazer de tudo o que criamos, tomamos algum tempo também para integrar plenamente tudo o que estamos recebendo e experimentando.

O cosmos envia-nos essa mesma mensagem, de nos libertarmos de um plano mental e emocional de velhos apegos, e protege nossas criações internas no plano físico com o Mensageiro Alado, Mercúrio, movendo-se de Capricórnio para Aquário, em 13 de fevereiro. Junto a Vênus, que fará o mesmo alguns dias depois, em 16 de fevereiro! Mercúrio retrógrado, em Capricórnio, convida-nos a avaliar as nossas criações terrenas, bem como tomar algum tempo para nos interiorizarmos e examinar que aspectos de nós mesmos não foram alinhados com o nosso estado natural de abundância e amor, em que devemos viver.

Agora que Mercúrio está em movimento direto novamente, no signo de ar, Aquário, vai nos proporcionar novos e maravilhosos insights, que poderíamos utilizar para melhorar nossos novos projetos no plano físico e/ou simplesmente continuarmos compartilhando nossos dons da alma, a partir de um lugar de total clareza e liberdade para um modo totalmente novo e diferente. Mercúrio também vai nos ajudar a criar uma melhor comunicação com o self e os outros, visto que a comunicação sempre começa dentro do nosso ser e da forma como falamos com nós mesmos. Portanto, essa é uma oportunidade de mergulhar fundo em nosso plano mental e desfazer mais os antigos padrões de pensamentos, percebendo com clareza, o que está nos impedindo de um crescimento maior, porque estamos ainda apegados demais ao que não serve mais à nossa nova vida nem aos desejos da alma.

Em 16 de fevereiro, Vênus, o Planeta do amor e da abundância, também estará se movendo de Capricórnio para Aquário. Enquanto Vênus estava em Capricórnio, lembrava-nos de criar estabilidade em nossas vidas e relacionamentos terrenos, visto que estabelecer fortes pilares em nossas reuniões divinas, no Novo, com base na integridade e igualdade, é essencial para criar relacionamentos autênticos, de modo que eles possam florescer. Com Vênus em Aquário, vamos nos sentir livres, livres para amar, livres para ir na direção de nossos verdadeiros sentimentos, sem nos julgar se temos que deixar para trás velhos companheiros ou situações. Também vamos deixar de levar a vida tão a sério, para aproveitá-la de um jeito mais relaxado e prazeroso. Lembrem-se de que o nosso verdadeiro estado natural de ser é aquele de puro regozijo, pela mera alegria de estarmos vivos, neste momento maravilhoso. Não precisamos de nenhuma outra pessoa ou experiência externa para ativar esse sentimento de alegria e plenitude internas, visto que isso é quem nós verdadeiramente somos em Essência.

Lembrem-se, meus amados, há um momento de ascender e manifestar, e um momento de interiorizar-se e descender/integrar toda a nova sabedoria que resgatamos pela incorporação das novas energias, assim como pela lembrança da alma. Honrem os próprios ciclos, independentemente do que possam observar no mundo externo, o seu caminho ascensional é único e vocês também o são. Lembrem-se de que a melhor orientação que pode realmente informá-los acerca do seu momento, é a sua orientação interna e preciosa.

Sempre com o amor que Todos nós somos e na Verdade da Unidade.

Natalia Alba
 
 
-.....---==I.=|__.__.=|..|=.__.__|=.I==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Natalia Alba – http://www.starseedsoul.com/

Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com  – https://adavai.wordpress.com/2016/02/10/atualizacao-da-ascensao-acolhendo-nossos-micro-ciclos-de-ascensao-e-descensao/
 
 
Gostou! Indique para Seus Amigos.
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu AlertaII - IIVoltar HomeII