LuzdeGaia  
 
     
 
  QUE PAZ É ESSA, QUE EU NÃO VIVO?
Mensagem de •AarayA — O Mensageiro Siriano Por Dinnho Beduzupo
08 de janeiro de 2019
 
 
luz de gaia
 
Amadas Almas, Saudações!


Existe uma generosa parcela dos terranos atravessando esse Agora com bastante serenidade, uma espécie de paz desconhecida até então. Em contrapartida, alguns outros debatem-se entre ansiedades e ataques de ira e choro, e tudo sem aparente porquê. A razão dessas oscilações é essencialmente uma: o quanto de energia densa que está sendo remexida nesse processo inconsciente de limpeza e aprimoramento; não tem jeito, quanto mais demandas houverem para ser revistas, mais denso o processo tenderá a ser. A boa notícia é que tudo isso se passa apenas uma única vez, dessa forma. À partir do término dessa passagem menos doce e calma, as coisas tendem a se harmonizar sensivelmente. [sorriso] Tenham paciência!

Inexiste uma "receita" para que se atravesse por tudo isso sem dar umas sacudidelas. Em maior ou menor grau, todos passarão por isso - se já não passaram até bem pouco tempo atrás. [sorriso] Também nem todos entenderam muito bem o que foi que aconteceu, a razão daqueles picos de energia pra cima ou para baixo, mas da mesma forma que vieram, se foram. É natural, queridos, não se trata de algo com o que devam se preocupar.

Para determinados casos, tudo isso pouco lhes acrescerá algo de bom, é verdade. Falamos daqueles quadros onde o compromisso dos seres com a densidade da terceira dimensão ainda estão fortes e por eles são defendidos como os modelos ideais de coexistência. É até bem fácil identificá-los, pois sentem-se representados por desdobramentos da violência, da radicalidade, dos abusos e toda sorte de (auto)sabotagens mascaradas como "a dose amarga porém necessária" para a sociedade como um todo. Integra o círculo vicioso de tudo isso a associação energética com as práticas dissonantes do Amor Incondicional e do não-julgamento que o próprio Sananda tentou apresentar sobre Gaia e também não foi tão bem sucedido como o desejado.

Enquanto for do terrano ordinário o entendimento de que sua Paz está nas mãos de terceiros, se desgastará. Cabe julgamentos quanto à isso? Não cabe, porque todos erram de maneiras diferentes, dentro do frágil conceito de certo e errado à que estão habituados. Assim sendo, o aconselhamento segue no sentido de que invistam mais em Autoconhecimento para que aprendam a lidar de modo mais amadurecido com o que são, com o momento que atravessam e com seu papel na sociedade terrana e também cósmica, pois tudo é uma coisa só.

Queridos, verificamos ainda uma necessidade de se associar à bases morais frágeis, mas amarradas em si mesmas, e elevadas à categoria de grandes verdades. Revejam se tem mesmo que ser assim. Verificamos uma gama energética considerável sendo atirada ladeira abaixo por conta de muita invigilância. É como se estivessem passando sobre uma ponte e, por acreditar que podem atravessar as águas do rio que estão abaixo, saltassem e tentassem nadar o percurso restante... quer dizer, trocam o certo pelo duvidoso e com uma convicção fanática que só lhes sabota a própria evolução.

Vocês dizem: "Errar é humano!". É um posicionamento, ponto pacífico; não questionamos sua fé. Nessa base, considerem apenas cometer equívocos diferentes e não meramente repetir os mesmos. O tempo para viver engôdos cessou, e só os adormecidos não presenciaram isso com a devida reverência. Olhem bem o Bonde das Boas Oportunidades atravessando seu caminho aí, pozinhos de estrelas! [sorriso]

Amorosamente,
•AarayA
 
 
 
-.....---==I|_____=||||=_____|I==----.....-
 
 
Direitos Autorais:

Dinnho Beduzupo
https://www.facebook.com/AmadasAlmas/

IMPORTANTE: O compartilhamento responsável de nossos artigos implica na condução respeitosa de não adulterar de qualquer forma e sob qualquer pretexto o teor de nossas mensagens. Sua integralidade deve ser preservada.
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
II Topo da Pagina II - II Voltar Menu .AarayA II - II Voltar Home II